Kpop, News, Panorama

Panorama AYO GG | WJSN

Opa, Nath aqui! Vão bem? Como estamos depois dessa final de Queendom? Eu admito que assisti o programa bem picotado porque me vacinei contra reality da Mnet desde o último Girls Planet 999 porque minhas preferidas graças a deus não entraram no Kep1er. Mas o Queendom é um programa diferente do modelo Produce e é tranquilo assistir só as performances se você desviar do núcleo de fanwar no Twitter. E foi interessante acompanhar alguns dos grupos que gosto entregando conceitos diferentes do que estão acostumados, trazendo um tico de popularidade para algumas membros meio apagadinhas e até um orçamento maior que o de um suco de pozinho e um pacote de cream cracker. Hoje, espero que estejam felizes com o ranking final, porque vamos destrinchar a discografia das vencedoras, assim como a Rafa avisou lá no Twitter.

As WJSN sofrem mais que a Juliette dentro da própria Starship, que não libera verba nem para enfeitar cenário de live de aniversário. Detalhe: aniversários estes que sequer são as datas de nascimento reais das membros. E como se não bastasse tanta pataquada da empresa, boatos furados de namoro com o Monsta X e o hiatos da China Line do grupo (que estão bem de mais por lá, obrigada por perguntar), acabaram atraindo olhares curiosos sobre como se sairiam no Queendom. Apesar de pertencerem a uma empresa consideravelmente grande e terem uma fanbase sólida na Coréia do Sul, elas não impressionam muito em números de streams, views ou qualquer medida que faça brilhar os olhos de qualquer chart-fã médio dessa nova geração. O “”único”” hit que caiu no conhecimento desse pessoal atualmente foi As You Wish, que consagrou as nossas Roberto Carlos num evento de streams orgânicas todo fim de ano tão certeiro quanto o Réveillon em Copacabana. Mas depois de muita performance de qualidade, marcação em cima do LOONA, Exy competindo com a SinB do Viviz quem incitava mais rivalidade feminina ou colecionava mais evil edits, Yeoreum virando ending fairy da Avenida Brasil e giros em Pantomime… Bem, estamos aqui com as cósmicas em primeiro lugar, para a surpresa só de quem não conhece a qualidade musical das gatonas aqui. Se você deitou para o WJSN depois do Queendom, te dou as boas vindas e um guia para começar a ouvir esse grupo tão incrível.

Antes de ler:

  • É uma review longa de toda discografia (focada nas bsides), mas no fim tem um resumo chamado “Hora do Veredito”;
  • São NADA profissionais, 100% opinião minha, até porque não entendo a fundo de música. O quesito é basicamente “ouviria mais vezes ou não é meu estilo de música?”;
  • Não conto com singles, álbuns japoneses, remixes, covers, osts, units e etc. Apenas álbuns e minis coreanos;
  • Fique a vontade pra sugerir mais grupos!

Quem é WJSN?

Cosmic Girls, ou WJSN, é um grupo feminino sino-coreano formado pela Starship junto da Yuehua Entertainment em 2016 com apenas 12 membros, representando cada um dos signos do zodíaco: Seola, Xuanyi, Bona, Exy, Soobin, Luda, Dawon, Eunseo, Cheng Xiao, Meiqi, Yeoreum e Dayoung. No mesmo ano, Yeonjung foi adicionada ao grupo após o fim do IOI, formado pelo Produce 101. Ela representaria o 13º signo: Ophiuchus/Serpentário. Em 2018 foi o último comeback delas com 13 integrantes e as 3 únicas chinesas do WJSN (Cheng Xiao, Meiqi e Xuanyi) estão de hiatos desde então, focando suas atividades solo na China. Atualmente, elas promovem com 10 membros.


Would You Like? (2016)

Nota: 5,5/10

Mesmo amando Momomo, esse mini é bem… Morno. Tick-Tock e Take My Breath são bem ok, Dance Pop genéricas, e não impressionam muito. Unpopular opinion: Catch Me (a única diferente do álbum) é ruim de ouvir sem o performance vídeo. Não é ruim pra um debut, só não é incrível.

Músicas Favoritas: Tick-Tock e Momomo

The Secret (2016)

Nota: 6/10

Bem mais a cara do WJSN comparado ao anterior e as músicas são legais de ouvir, bem cute concept de 2016. Seria melhor se as bsides tivessem mais a ver com o conceito da title Secret, algo menos genérico e puxado para o futurístico/cósmico. E devemos pontuar como a adição da Yeonjung deu uma evoluída drástica no vocal? Devemos, a ex-Produce 101 merece. Ponto negativo: tem ballad de fim de álbum (Good Night) que não adicionou nada.

Músicas Favoritas: Prince e Robot

From. WJSN (2017)

Nota: 5,5/10

Apesar de amar MUITO a title I Wish, o nível é o mesmo do Would You Like. As músicas são mornas e parecem mini cópias da title, além de se perder do The Secret. E de novo botaram uma ballad (Hug U) que parece ter sido adicionada como filler.

Músicas Favoritas: Baby Come To Me

Happy Moment (2017)

Nota: 6,5/10

O único full álbum do WJSN é um pseudo-álbum de verão, parece até piada. Quem curte músicas de verão, Bubblegum Pop e cute concept com certeza vai gostar. Porém tem o mesmo problema dos álbuns anteriores: a maioria das bsides parece cópia da title Happy. Algumas faixas (como Miracle e Closer To You) poderiam ser lançadas no The Secret que combinaria mais. Dá para aproveitar, porém não sei se ouviria de novo.

Músicas Favoritas: Geeminy e Closer To You

Dream Your Dream (2018)

Nota: 9,5/10

Se alguém me perguntar “o que é o WJSN?” eu passaria esse mini para a pessoa ouvir. A title Dreams Come True já é ótima por si só, mas pela primeira vez as bsides aqui não ficam muito atrás. Em todas as faixas elas conseguiram combinar referências de músicas clássicas com um ritmo cósmico do Synthpop, meio que o casamento do retrô com o futurístico. Tudo o que The Secret deveria ser. É o WJSN, é INCRÍVEL. Ponto negativo: NÃO SER UM FULL ÁLBUM!!!

Músicas Favoritas: Renaissance e Love O’Clock (me ganhou na referência de O Quebra-Nozes)

WJ Please? (2018)

Nota: 9/10

Sou suspeita para falar desse já que Save Me Save You é uma das minhas titles favoritas, mas…. O WJSN encontrou sua identidade sonora interestelar e fez mais um mini incrível. Todas as faixas são gostosas de ouvir, coeso do início até o fim no Dance/Synthpop e com o toque mágico do Wuju (e de um bom piano). A única diferente das outras é a Hurry Up, com uma pegada mais jazz-swing. Esse eu ouvi do início ao fim no repeat de tão bom (menos You & I que achei meio paradinha).

Músicas Favoritas: I-Yah e Masquerade

WJ Stay? (2019)

Nota: 7,5/10

Das titles, La La Love é a que menos gosto e, coincidentemente, esse mini eu gostei um pouco menos que os anteriores. Ele é bom, mas as músicas são bem lentas, beirando o morno. Parecia que as ballads que não foram para os minis já lançados vieram para esse com um toque meio “místico”, meio “espaço”, meio Discopop bem anos 80.

Músicas Favoritas: Cantabile

For The Summer (2019)

Nota: 9/10

É, o WJSN sabe como fazer musica de verão, e Boogie Up é a prova. For The Summer é refrescante, divertido e tem um chicletinho não tão irritante quanto o Happy. Ele é bem mais puxado para o EDM, que é até um pouco “novo” para o grupo. Outro que ouvi do início ao fim no repeat mais de 3 vezes.

Músicas Favoritas: Let’s Dance e Sugar Pop

As You Wish (2019)

Nota: 8/10

Outro que sou suspeita pra falar porque As You Wish é minha preferida do WJSN (literalmente eu chorei e transcendi ouvindo pela primeira vez). E me surpreendi ouvindo o mini, porque as músicas não tem a ver umas com as outras. Tem Ballad, R&B, Synthpop, EDM, Hip-Hop… Da música lenta até a farofa, elas provaram ser muito versáteis. O ponto negativo é que ele parece desorganizado, a ordem das faixas não cria uma fluidez boa. Mas apesar desse detalhe, vale MUITO a pena ouvir.

Músicas Favoritas: Badaboom e Full Moon

Neverland (2020)

Nota: 9/10

Achei esse o mini mais “Oh My Girl” do WJSN, já que parece com algo que elas lançariam. Longe disso ser ruim, Neverland é muito gostoso de ouvir, pareceu que elas amadureceram a vibe divertida dos álbuns de verão. A maioria eu ouvi no repeat e, para mim, Where You Are funciona bem como segunda title junto de Butterfly.

Músicas Favoritas: Pantomime e Where You Are

Unnatural (2021)

Nota: 10/10

WJSN, VOCÊS SE SUPERARAM. Unnatural é uma obra prima. Elas acertaram tanto, mas TANTO nesse mini que eu não tenho nem palavras. É coeso, é maduro, tem o estilo do grupo, é perfeito do início ao fim, não tem uma ruim e me sinto uma grande gostosa ouvindo. Sempre tem uma mudança de ritmo, um break, é uma surpresa boa atrás da outra. Ponto negativo: não ser um full album.

Músicas Favoritas: Yalla e Super Moon


HORA DO VEREDITO

Acho que o WJSN está sempre tentando se superar e se reinventar mantendo a essência de “garotas cósmicas”, que é essa união única do retrô clássico com o futurismo místico. Elas foram de cute concept genérico, para remix de música clássica, para chiclete de verão, para um sexy maduro… E acertaram em todas essas tentativas. É gostoso de mais ver a qualidade musical melhorando cada vez mais e as bsides agregarem bastante aos álbuns ao invés de serem apenas fillers. No Queendom, as performances foram impecáveis em dança, vocal, rap e conceito, meu desejo agora é que mais pessoas queiram conhecer o tanto de música boa que elas têm. Apesar de terem fechado o programa com uma música tão morna como Aura, espero que isso abra portas para mais álbuns incríveis (ou para pelo menos mais um full álbum) e para mais fãs internacionais dessas estrelinhas.

OVERALL

Nota: 85,5 ÷ 11 = 7,8

O OVERALL É A SOMA DAS NOTAS DA REVIEW DIVIDIDA PELO TOTAL DE ÁLBUNS DO ARTISTA.

TOP 5 – Álbuns/Minis

  1. Unnatural
  2. Dream Your Dream
  3. Neverland
  4. For The Summer
  5. WJ Please?

TOP 5 – B-Sides

  1. Renaissance
  2. Yalla
  3. Let’s Dance
  4. Full Moon
  5. Love O’Clock

4 comentários em “Panorama AYO GG | WJSN”

  1. Embora a performance de “Pantomime” tenha ficado maravilhosa, ainda acho um ACINTE que elas não tenham escolhido “Save Me, Save You” (uma das melhores músicas já lançadas por um grupo de k-pop) pra rodada dos fãs…

    “Ai, mas elas já tinham usado essa música no opening show”… como diria a Pepita, “F*DA-SE!”, um vídeo de menos de dois minutos não deveria impedir elas de apresentarem essa música na íntegra. As Brave Girls e o Viviz também usaram “Rollin'” e “Bop Bop!” nos respectivos opening shows, e nem por isso deixaram de usar de novo as músicas (as BG no round 1, o Viviz no round 3).

    Curtido por 1 pessoa

    1. …Reclamação à parte, essas moças têm uma ótima discografia. Tomara que a vitória no Queendom 2 sirva pra Coreia do Sul (e os k-poppers do resto do mundo também) descobrir e valorizar o trabalho delas.

      A Dawon e as chinesas devem ter ficado com muito orgulho das colegas! Ou ex-colegas no caso das chinesas (duvido que as três vão renovar contrato com a Starship), mas o importante é que mesmo estando em outro país, elas ainda se dão bem com as Garotas Cósmicas e apoiam elas (e vice-versa).

      E orbits, eu entendo e compartilho da sua frustração, a Mnet foi muito sacana com o LOONA, podem ficar bravos… mas direcionem sua raiva CONTRA A MNET. As WJSN não têm culpa de nada, não são elas que decidem o resultado, e vale lembrar que várias delas são amigas próximas de integrantes do LOONA.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s