Kpop, News, Panorama

Panorama AYO GG | Oh My Girl

Como vão nesse início de mês? Tranquilos? Junho passou rapidinho com tanto lançamento ao mesmo tempo, mas cá estamos nós com o primeiro Panorama do mês de Julho! E vamos começar com o Oh My Girl, vulgo o melhor exemplo de como um Queendom da vida pode mudar o rumo de um grupo.

Vindas da mesma empresa do falecido B1A4, por muito tempo elas não faziam metade do barulho que os sunbaenims delas fizeram na geração passada (que já era pouco). Vendiam mais ou menos, as titles tinha uma repercussão na média e até saída de membro elas enfrentaram cedo de mais. Foi quando a WM juntou as economias desde o First Win delas e chutou as Oh My Girl para o Queendom, um tiro no escuro pois era a primeira temporada do programa. E o investimento deu tão certo que elas saíram tão bem faladas quanto as ganhadoras da edição (nada muito difícil, até o G-Idle no terceiro lugar foi mais marcante que o Mamamoo no primeiro). Aí elas embalaram total na subida, lançando de cara um Full Álbum que repercutiu até que bem e, anos depois, Nonstop simplesmente ficou na boca dos coreanos, de um jeito que nossas ex-pf nunca tinham visto. Como cereja do bolo, Arin junto do Soobin (um querido do TXT) viraram uma das duplas de MCs mais conhecidas do MusicBank e eles deram uma aula de autopromoção, mostrando como um MC Special Stage consegue pagar 3 anos de conta de luz e água sem precisar fazer gato. Foi só os bonitos dançarem Dolphin que o OMG explodiu ainda mais. Hoje em dia, as gatonas estão indo bem até de mais (considerando os bons charts e vendas de Real Love) e passaram da “maldição dos 7 anos” com apenas a Jiho saindo do grupo. Depois desse resumão, o panorama de hoje vai destrinchar essa discografia e mostrar umas preciosidades nesse mar de bubblegum pop.

Antes de ler:

  • É uma review de toda discografia (focada nas bsides), mas no fim do post tem um resumo chamado “Hora do Veredito”
  • São NADA profissionais, 100% opinião minha, até porque não entendo a fundo de música. O quesito é basicamente “ouviria mais vezes ou não é meu estilo de música?”.
  • Não conto com singles, álbuns japoneses, remixes, covers, osts, units e etc. Apenas álbuns e minis coreanos.
  • NO CASO DO OH MY GIRL estarei contando singles que contém 3 ou mais bsides.
  • Fique a vontade para sugerir mais artistas!


Quem é Oh My Girl?

Oh My Girl é um girlgroup da WM Entertainment que debutou em 21 de abril de 2015 com 8 integrantes: Hyojung, Mimi, Jine, YooA, Seunghee, Jiho, Binnie e Arin. Em 2017, Jine anunciou sua saída do grupo após um hiatus. E após o tempo de contrato expirar em 2022, Jiho não assinou novamente com a empresa, também saindo do grupo. Atualmente, elas promovem com 6 integrantes.


Oh My Girl (2015)

Nota: 6/10

Acho que as meninas começaram bem com esse mini. Não é algo super marcante, assim como Cupid não foi, mas as bsides são muito gostosas de ouvir e até que são boas, confortáveis. Não tem nada de inovador, se parece com qualquer white aegyo meio escolar lançado em 2015, mas tem um carisma em potencial que te faz ouvir as músicas até o fim. Uma característica que achei legal nas faixas é o violão e a bateria bem marcados nas músicas, principalmente Hot Summer Nights. Bom, não tenho o que reclamar.

Músicas Favoritas: Hot Summer Nights.

Closer (2015)

Nota: 6/10

Aqui as bsides são bem diferentes da title Closer, o que dá uma certa quebra de expectativa já que ela é uma das melhores da discografia, tem um conceito místico único e você espera que o resto do EP siga esse estilo. As músicas não são ruins, nem ótimas (achei elas meio esquecíveis, para falar a verdade). Porém é legal notar como o OMG vai tomando como estilo próprio os elementos/instrumentos de banda e um toque de retrô sempre presente nas faixas. É legalzinho, mas não durou muito tempo na minha playlist.

Músicas Favoritas: Round About

Pink Ocean (2016)

Nota: 8/10

Ok, esse aqui eu posso dizer com certeza: amei todas as músicas. Instrumentais cada vez melhores, composições bem interessantes (por exemplo, B612 é uma música com temática d’O Pequeno Príncipe e Step By Step foi um ótimo presentinho dado pelo Jinyoung do B1A4 para as meninas), com uma harmonia de vozes que elas estão começando a explorar mais, refrões super chicletinhos e cheios de carisma que não deixaram a title Liar Liar se sobressair em cima das bsides. Ele se parece bem com o resto dos lançamentos da época, tem bastante de Bubblegum e Dance Pop, mas a qualidade aqui não faz o Pink Ocean passar batido para quem curte músicas nessa pegada. Esse aqui eu tenho certeza que vou continuar ouvindo as músicas por um bom tempo, e foi até difícil para decidir a minha preferida.

Músicas Favoritas: Step By Step e I Found Love

Windy Day (2016)

Nota: 5,5/10

Esse aqui eu achei uma confusão que só: é dito que Windy Day é o primeiro álbum do OMG, porém ele só tem 2 músicas novas: Windy Day e Stupid In Love. De resto, todas são do Pink Ocean, o que deveria configurar como repack. Mas sendo álbum ou repack, achei ele bem… Ok?? Até que são gostosinhas de ouvir, mas não me conquistaram 100% e eu estava esperando um pouco mais do dito “Primeiro Álbum do Oh My Girl”.

Músicas Favoritas: Nenhuma

Summer Special (2016)

Nota: 9/10

Apesar de Listen To My Word ser minha title preferida do grupo, minhas expectativas eram baixas por ser um single de verão. Até eu descobrir que essa gracinha aqui guarda 3 bsides maravilhosas! Começando com Midsummer Night’s Christmas, simplesmente uma MÚSICA DE NATAL NO MEIO DO VERÃO e para melhorar: É UMA BOSSA NOVA!!!!!! Como se já não bastasse, Je T’aime vem em seguida com um uma pegada meio rock que lembra até opening de shoujo. Para fechar com chave de ouro, tem Lies You Can See com uma pegada mais Jazz e que traz um destaque maior para os bons vocais do grupo. Esse álbum foi uma ótima surpresa, já que estava esperando algo mais parecido com bops de verão e elas serviram uma variedade interessante de gêneros nas bsides, mostrando como elas são versáteis. Fiquei encantada!

Músicas Favoritas: Je T’aime

Coloring Book (2017)

Nota: 8/10

Não vou mentir, a title Coloring Book não me animou taanto quando a ouvi pela primeira vez, mas tentando novamente depois de um tempo acho que me apaixonei. Foi uma lavagem cerebral, porque o “neoege muldeuleo (yeol songarak!)” ficou um bom tempo na minha cabeça. Acho que esse é outro mini que ouvi do início ao fim várias vezes sem enjoar, ainda mais por conta da presença marcante e suave do violão e da guitarra que, para mim, viraram a marca do grupo. Comparado aos álbuns anteriores, sinto que o Oh My Girl evoluiu horrores e enfiou carisma até não dar mais em cada uma das faixas. E não é um carisma só explosivo, é também um jeitinho delas de transformar todas as músicas que elas cantam em algo confortável e acalentador de ouvir, ainda que seja uma música com uma letra qualquer de amor platônico.

Músicas Favoritas: Real World e Perfect Day

Secret Garden (2018)

Nota: 7,5/10

Admito que ouvi Sixteen antes mesmo da title Secret Garden e ela já era uma das minhas músicas preferidas do grupo antes mesmo dessa review, então sei que provavelmente nenhuma música desse mini (e até das outras bsides) vai ultrapassar essa. Mas não vou mentir, esse mini é realmente bom. Elas mantiveram a qualidade do anterior, mas com uma aura bem mais madura e elegante. Gostei bastante e o First Win que ganharam nessa era foi mais que merecido.

Músicas Favoritas: Sixteen

Remember Me (2018)

Nota: 7,5/10

Impressionantemente, acho que esse é o mini mais EDM das meninas e conseguiu pegar o que já estava bom no Secret Garden para trazer novamente aqui. Conseguiu mostrar bem o potencial do vocal do grupo em acompanhar músicas menos suaves e um amadurecimento bem aparente, sem se desprender muito do cute concept. Gostei da maioria das músicas, elas andam andam lado a lado com a title Remember Me em se falando de coesão, mas acho que só 2 músicas que eu realmente ouviria de novo e de novo no replay.

Músicas Favoritas: Illusion

The Fifth Season (2019)

Nota: 9,5/10

AGORA SIM, UM ÁLBUM DO OH MY GIRL. E eu gostei bastante. Foi uma ótima surpresa do início ao fim porque eu estava esperando algo mais parecido com a SSFWL, mas elas conseguiram até entregar músicas com um conceito de girlcrush, como Vogue e Checkmate. Sinto que sem fugir desse amadurecimento, elas conseguiram dar uma cara nova ao conceito dos primeiros minis e fizeram com perfeição. The Fifith Season é a cara do grupo, com um bom equilíbrio entre pureza, amadurecimento, versatilidade e coesão. Sendo sincera, esse álbum é tão bom que eu tive dificuldade para escolher uma bside preferida porque a maioria eu poderia ouvir de novo e de novo sem problemas, realmente ficaram no meu coração.

Músicas Favoritas: Gravity e Checkmate

Fall In Love (2019)

Nota: 9/10

Como se não bastasse o álbum anterior ser tão perfeito, elas voltaram com tudo nesse repack de verão. Eu sou suspeita porque eu adoro singles de verão, mas as 2 novas músicas adicionadas (Bungee e Tropical Love) me pegaram de jeito e são muito boas. O ritmo é contagiante e a energia é muito boa, refrescante. Não tenho muito o que falar, só que foi ótimo.

Músicas Favoritas: Tropical Love 

Nonstop (2020)

Nota: 7/10

Acho que esse foi o único mini delas que isso me aconteceu: a title ultrapassou as bsides no meu gosto. Não por serem exatamente ruins, mas nenhuma além de Dolphin e Nonstop eu ouviria num replay direto. Talvez isso explique o porquê de só essas duas caírem no gosto da Coreia do Sul inteira e pagarem as contas do OMG naquele ano. Na verdade, nenhuma eu ouviria de novo. Apesar disso, esse mini não é ao todo ruim. Um detalhe que me fez considerar bastante uma nota boa para o Nonstop foi a forma delas explorarem os vocais do grupo, mostrando serem um pouco mais maduros e mais extensos que nas últimas músicas que ouvi.

Músicas Favoritas: Dolphin

Dear OHMYGIRL (2021)

Nota: 8,5/10

Esse mini aqui é uma boa poke-evolução das primeiras titles delas, bem puxados no cute concept e meninas felizes com a vida. Dun Dun Dance é divertidíssima, porém as bsides são totalmente diferentes: são suaves e confortáveis. Não se engane por algumas parecerem mornas no início, porque uma hora os vocais baixinhos e as batidas limpas de EDM (que às vezes lembram toque de celular antigo) vão te conquistar. É como se fosse a versão fofa da Billie Eilish. Também não posso deixar de elogiar o rap, já que esse foi o mini que melhor conseguiu encaixá-los nas músicas sem pesar de mais as faixas tão suaves. Outro destaque vai para a Who Comes Who Knows, cuja batida é uma mistura de Bossa Nova com Trap e resultou numa música muito refrescante. Foi uma surpresa boa por não desistirem desse gênero depois do Summer Special.  É diferente do comum do Oh My Girl em detalhes, mas apostaram dentro de sua zona de conforto e acertaram em cheio.

Músicas Favoritas: Dear You, My Doll e Who Comes Who Knows

Real Love (2022)

Nota: 6,5/10

Quase esqueci desse full álbum, mas foi porque Real Love não ficou na minha cabeça. Na verdade, ela, assim como metade desse álbum, não parece ser do Oh My Girl em qualidade, em estilo, em formato musical… E não é um elogio. O álbum tem uma série de problemas: 1) A ordem das faixas é bagunçada e não cria fluidez ao ouvir; 2) Parece que escolheram a música mais água com açúcar do álbum para ser a title. Até Blink é uma candidata muito mais forte pelo seu carisma alegre e é muito mais viciante que a esquecível Real Love. 3) Apostaram num estilo experimental e algumas músicas saíram sem parecer o OMG. Real Love, Replay e Drip parecem 5 músicas mal conectadas em 1 só e que não criam expectativa para a próxima “virada”, e sim para a música acabar. A menos pior é Replay, que apesar das críticas acima, acaba te prendendo naquela sonoplastia de filme sci-fi ritmada (talvez depois da segunda ouvida). Tirando isso, ainda sobram 6 músicas boas que até vale a pena ouvir. Para vocês terem noção de como fiquei bilu teteia, dessa vez não falarei mal da ballad Sailing Heart. Claro, os vocais delas são mágicos e apaixonantes, assim como nas outras bsides. Enfim, é estranho como o Oh My Girl, um grupo tão acostumado a lançar músicas legais e carismáticas em um conceito tão batido na última geração como o Cute Concept conseguiu fazer um trabalho tão meh tentando acompanhar a musicalidade da nova geração do kpop.

Músicas Favoritas: Blink, Eden e Parachute


HORA DO VEREDITO

Se você gosta de cute concept e músicas alegres, isso aqui é um prato cheio. Sinceramente foram poucas músicas delas que não me agradaram, porque a maioria ficou no meu coração. Oh My Girl é o tipo de grupo que mesmo com um tipo de conceito mega genérico, conseguiu fazer um ótimo trabalho em cada um dos singles, EPs e álbuns lançados. Elas criaram sua identidade em cima de músicas adoráveis na medida certa, uma explosão alegre sempre presente e, claro, o elementos de banda que nunca saíram de cena. Tudo isso sem deixar de experimentar gêneros musicais novos e até pouco utilizados no kpop (como Jazz, Bossa Nova…). Acho que esse hit na era de Nonstop foi mais que merecido, mas achei que esse ano elas acabaram decaindo um pouco. Espero que o nível das músicas não desça, que elas nunca percam esse carisma contagiante que elas conseguem passar em cada trabalho (diferente de Real Lovekk) e que a recente saída da Jiho não afete tanto o grupo, se não eu viro viúva.

OVERALL

Nota: 98 ÷ 13 = 7,5

O overall é a soma das notas da review dividida pelo total de álbuns do artista.

TOP 5 – Álbuns/Minis

  1. The Fifth Season
  2. Summer Special
  3. Dear OHMYGIRL
  4. Pink Ocean
  5. Coloring Book

TOP 5 – B-Sides

  1. Sixteen
  2. Step By Step
  3. Dolphin
  4. Gravity
  5. Who Comes Who Knows

2 comentários em “Panorama AYO GG | Oh My Girl”

  1. Amo o carisma e energia delas, as músicas estavam vindo em uma crescente pra mim, mas agora parece que a empresa soltou a mão delas de vez, e desde lá pra cá só veio sonífero kkkkkk socorro

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s