Recap AYO GG | Girls Planet 999, episódio 5

NO EPISÓDIO ANTERIOR… Finalizamos a primeira missão do programa e tivemos cinco grupos ganhadores do benefício do dobro/triplo de votos no Universe, além do prêmio especial que garantia uma vaga na programação do MCountdown, conquistada pelo time 1 de Yes or Yes. Enquanto umas estão felizes, outras sentem a água bater na bunda por conta das escolhas erradas que tomaram no momento em que refizeram suas células. Quem será que roda nessa primeira eliminação do Girls Planet 999?

Momentos antes da desgraça acontecer

Foi só elogiar na semana passada que a Mnet tratou de entregar mais um episódio cansativo. Pra vocês terem ideia, eu assisti isso em três dias e escrevi o primeiro resumo no caderno querendo morrer, quase desisti de fazer o recap. Sei lá, achei a edição estranha, já começaram logo com o clima tenso de eliminação sem nem um carinho antes (pelo menos parece que alguém leu meu post passado e fez uma vinheta bem apelativa pra dar uma resumida nos acontecimentos da Connect Mission). 

Corta pras meninas faxinando os dormitórios e as salas de prática, dissipando a atmosfera da eliminação em menos de três minutos de episódio. Lembrei de um professor que diz que não se deve brincar tanto com os sentidos de quem tá vendo o produto, no caso, eu assistindo essa palhaçada. Cara, quem é o roteirista desse programa? Eu tenho a leve impressão de que o Produce fornecia um entretenimento muito menos sofrível de assistir porque tinham cortes e ganchos interessantes. Se não fossem pelas eliminações, que são o foco principal do episódio, eu nem sei se teria visto.

Enfim, elas limparam tudo e agora esperavam seus lanchinhos na cafeteria, até aparecer um homem misterioso cheio de sacolas que a Mnet jurou que ninguém sabia que era o Jingoo. No geral, foi um momento fofo. O Jingoo é fofo. Ele mesmo montou as marmitas (ou querem que a gente pense isso) e entregou nas mãos de cada uma das 99 garotas. Como vocês devem ter visto pelos blogs parceiros, os jurados às vezes pesam a mão nas críticas, e as marmitinhas do Jingoo vieram como um pequeno acalento, agradecendo pelo esforço de cada uma na Connect Mission. Quase esqueci que o resto do episódio foi capenga.

O homem tá se esforçando horrores pra fazer esse programa ser pelo menos memorável

Depois elas trocaram presentes com suas companheiras de célula, até porque muitas delas não se veriam mais depois daquilo. A Seungeun, já sabendo que ia cair fora, tratou logo de oferecer um álbum autografado do BVNDIT pras outras meninas, fazendo o merchan que nem a MNH faz. Momentos bonitinhos da Ririka e a Mashiro entregando cartinhas decoradas, Tammy chorando por ter afundado a sua célula graças a sua falta de popularidade e a Hsinwei dando um FUCKING saco de pancada pra Yeyong com uma foto dela. Gente, sério.

EU NÃO AGUENTOOOOOOOOOOOO

Antes de entrar nas eliminações, vamos lembrar que o episódio passou um desfile de moda entre as participantes, valendo um dia de folga para o melhor e o pior grupo. Dois supermodelos fazem as honras, explicam a missão e dão meia hora pros trios de modelo/maquiadora/estilista apresentarem seu produto final. Enquanto umas estavam lindíssimas, com destaque pra Wen Zhe que entregou simplesmente TUDO no look, outras apostaram em ser o mais bregas possíveis. No final, Wen Zhe e Zige levaram a vitória pros seus grupos. 

Também tivemos a entrega de troféus chamada Planet Awards, mais ou menos no esquema do Produce, que premia algumas meninas em categorias bobas. Tivemos a que acorda mais cedo pra Yurina, a mais bonita pra Xiaoting, a mais popular pra Ruiqi, a mais fofa pra Myah… Mas a melhor de todas, na minha humilde opinião, foi o prêmio “Maior Catfish do Girls Planet 999”. O programa alugou um triplex na cabeça da Dayeon depois que ela não conseguiu suas linhas em The Eve e ainda levou um pequeno esculacho dos jurados, mas não era o suficiente. Ela TINHA que ser eleita a catfish do negócio. Olha… Pra ficar ainda melhor, só falta essa ser a única conquista dela no reality (como a gente vai ver mais pra frente). 

A CARA DA YALE LÁ ATRÁS

Bom, agora só resta falar da eliminação em si, que foi pauta de 90% do episódio. O Jingoo anuncia mais uma vez que apenas 54 participantes passam pra próxima fase, divididas em 17 células. Eu sei que a conta não fecha, mas só é dito mais pro final que as últimas três meninas, uma de cada nacionalidade, serão salvas pelos jurados através de um passe especial, o chamado Planet Pass. A ordem do programa, pra tentar deixar tudo mais agonizante e segurar a audiência (que deu uma melhorada, vale ressaltar), vai ser da célula 16 a 1, depois revelando a 17ª e as sobreviventes do Planet Pass (mas eu não vou fazer assim não). Por fim, teremos a formação do primeiro top 9 eleito com o poder do povo. E aí, será que a sua fave passou pra próxima fase ou passou dessa pra melhor?

Zhou Xinyu, Yoon Jia, Moka Shima

Começando com a última célula definida no episódio, já entendemos que o pessoal não presta pra votar, mas também não consigo colocar a célula da Wen Zhe no lugar dessa (e isso me dói). A Jia abocanhou a popularidade que a sua companheira Youngeun conseguiu desde o primeiro episódio (que foi, sim, uma das melhores performances iniciais num geral, até hoje eu escuto Kick It por causa dela) e foi fazendo seu próprio pé de meia, mesmo que isso não tenha exatamente chamado a minha atenção. Se dizem que a Cai Bing é só um rostinho bonito e girl power de sobra, acho que a gente pode colocar a Jia nesse meio também. 

A Xinyu, por outro lado, parece muito uma modelo. E, considerando que ela se inscreveu pra um programa de idols coreanos, não sei se isso parece bom (só ver a apresentação de Violeta com outras chinesas lá no primeiro episódio, o próprio grupo se chama Luxury Proportion Girls). É como se fosse a Seolhyun repassando sua vaga de bonita pra outras meninas por aí, já que ela também não se destacou em nada. E, de carona, tivemos a Moka, japonesa que… Bom, é japonesa.

Zhang Luofei, Kim Bora, Hana Hayase

Fiquei com um gosto amargo por conta da posição dessa célula. Não pensei que a Bora fosse tão impopular na Coreia do Sul, ou que as outras que estão mais pra cima são tão populares assim (como as próprias companheiras do Cherry Bullet), e ver uma ótima vocalista em 16º me deixou um pouco chateada. Só que também percebi que ela é muito boazinha e isso pode ser ainda mais prejudicial daqui pra frente. Borinha precisa arquitetar um plano e perder um pouquinho dos escrúpulos se quiser se manter na disputa, até porque acho um desperdício o programa perder um amorzinho desses.

As companheiras de célula, Luofei e Hana, também são boas vocalistas. A Luofei já tinha chamado a minha atenção por parecer uma boneca de tão linda (não à toa, o apelido dela é Dolly), mas ela cumpriu o requisito nas duas vezes em que soltou o gogó. A Hana não tinha me agradado tanto assim, mas teve um crescimento bem legal quando apresentou The Fifth Season. Gostei da célula, mas tem aquela aura inocente, né? Elas só precisam de um turnpoint da Bora, de líder boazinha pra comandante manipuladora pra passarem a comer pelas beiradas e atropelar as demais. Elas têm capacidade pra isso.

Wang Yale, An Jeongmin, Ayaka Fujimoto

Feliz demais por, pelo menos, uma célula que apresentou a terrível Mic Drop tenha passado. O programa não foi justo na escolha dessas músicas de boygroup e elas estavam extremamente inseguras em apresentar, mas tiraram leite de pedra depois da ótima liderança da Jeongmin. Ela conseguiu coordenar o time de forma maravilhosa, considerando o pouco tempo que elas tinham, e a sinergia com a Yale também foi algo que me agradou bastante. As duas foram os grandes destaques da performance, me senti assistindo Jerry Maguire com o plot de superação. 

Nisso, a Ayaka embarcou no trenzinho da célula e também garantiu sua classificação pra próxima etapa. Não sei quem é a gatinha até o momento desse post, mas se ela tava no time de Mic Drop, então automaticamente ela comeu o pão que o diabo amassou e é merecedora. Espero que ela consiga se virar na próxima missão agora que a dinâmica das células acabou, e a gente descubra mais da peça.

Liang Jiao, Lee Hyewon, Manami Nagai

Momento tristíssimo porém cômico com a separação das gêmeas, que não se desgrudaram nem na quarentena. Sendo sincera, achei uma sacanagem de várias formas, porque as duas juntas tinham um potencial enorme pra entreter e gerar momentos tão constrangedores a ponto de dar risada. Ainda assim, tanto a Jiao quanto a Hyewon não foram as responsáveis por segurar essa célula no primeiro corte.

A Manami é uma figura interessante. Parece ter saído direto de um mangá do Akira Toriyama, com uma carinha engraçada e os cabelos atrás das orelhas que formam um look bem diferente, mas, mais do que isso, ela canta surpreendentemente bem. Juntamos tudo, e mais o ponto-chave da música tema, e pronto: temos um ótimo vetor do time japonês pra alavancar a popularidade de uma célula meio morna. Não sei se a gatinha vai se segurar por mais tempo, mas ela é linda e carismática e tem meu apoio.

Leung Cheukying, Lee Chaeyun, Ririka Kishida

Quem diria que o Haechan de franja passaria, hein? E logo depois de uma das irmãs Liang… Se vocês acham que as gêmeas são um pouco vergonha alheia, é porque vocês não viram a Chaeyun interpretando um choro cartunesco ao ser escolhida junto da sua célula. Não gostei das partes fanhas que ela cantou em Yes or Yes, não gostei da interpretação de Crazy no primeiro episódio (extremamente mijada pelos jurados) e não vejo ela debutando tão cedo. Se o programa for inteligente, ela cai fora logo.

Cheukying tem um vocal muito bom e a Ririka tem uma ótima personalidade de esquilo, mas a edição é tão desigual com elas que nem sei se vai dar tempo da gente descobrir mais sobre as duas. Principalmente a Ririka, que até agora tem sido um amorzinho de pessoa pra mim, mas não passa disso. Ela não conseguiu chamar minha atenção nas duas performances até agora e eu ainda acho que ela tá escondendo o jogo. Tomara que a próxima missão favoreça isso de alguma forma.

Chiayi, Huh Jiwon, Moana Yamauchi

Ótima célula! Mesmo que a Jiwon não tenha entregado muita coisa “verdadeira” no sentido de personalidade (ela forçou muito a introdução de Yes or Yes, como a gente já sabe), eu acho as três muito competentes. O problema é que, mesmo com duas idols que já debutaram e o benefício na contagem de votos da missão, a posição ficou muito baixa. Estranho… Eu sei que o Cherry Bullet e o Fanatics não são lá essas coisas na Coreia, mas a célula parece tão madura que eu jurava que elas iam ficar um pouco mais pra cima. 

Além da Jiwon, que tem uma ótima estabilidade vocal, temos a Moana, que entregou um solo sensual da BoA logo no primeiro episódio e depois serviu mais versatilidade ao interpretar o cute de Yes or Yes. Talvez ela seja uma das japonesas mais subestimadas desse programa, então eu fico feliz que ela tenha sobrevivido pra tentar mudar a cabeça da galera mais uma vez. A Chiayi também tem bastante presença de palco por ser alta e bonita, mas também canta bastante. Pena que a edição não faz jus a ela.

Yang Zige, Guinn Myah, Kotone Kamimoto

Votos triplos que não ajudaram muito no final das contas, já que a única célula de Pretty U não tem tanta expressão além da presença da menina Myah, a protegida da Sunmi. Uma coisa que eu não queria acabou acontecendo: por conta da intervenção dos jurados durante os ensaios de Pretty U, a Yunji serviu de escada pra Myah conseguir essa classificação, enquanto a outra amargou uma eliminação que nem passou perto da peneira. No final foi bem injusto porque, além de não terem interferido em nenhum outro time, o programa jogou fora a historinha de “boa menina” da Yunji por ter cedido o ponto-chave da performance pra colega. Meh.

Bom, é inegável que a Myah tenha o mesmo jeitão da Somi, e talvez seja isso que a Mnet queira. O importante dessa classificação é que a Zige foi salva junto e ela foi uma das meninas perdidas que eu encontrei durante a Connect Mission. Ela parece uma princesa, ainda mais depois da nova cor de cabelo, e tem uma voz bem docinha. Já a Kotone ainda é uma incógnita pra mim.

Chen Hsinwei, Choi Yeyong, Reina Kubo

A lenda dos berros sobreviveu à primeira eliminação gritando horrores! Feliz pela Reina, ela me lembra a Alegria do Divertidamente por estar sempre sorrindo e, fora os gritos desnecessários, ela canta bem e é uma das minhas japonesas preferidas. Mas ficou óbvio que a décima posição foi fruto da Hsinwei, a melhor personalidade desse programa junto com a Wen Zhe. 

Chamou o Jingoo de feio por erro de tradução, instalou uma cortina em volta da cama pra ter privacidade no dormitório e presenteou suas amigas de célula com um saco de pancada. É o tipo de humor quebrado que eu gosto nesses realities, e to bem satisfeita por esse ter sido o motivo da ótima posição do trio. A Yeyong não teve nenhum destaque que renda uma pauta, além de ter ficado apagada nas duas performances que fez até agora.

Wu Tammy, Kim Dayeon, Miu Sakurai

Hum… Essa daqui é um mistério. Acho que a audiência coreana comprou a narrativa de center negligenciada da Dayeon e isso aparentemente impulsionou a votação. Pra mim, ela continua sendo nada demais: uma boa coreana que faz coisas boas, e ponto. E, enquanto não descer do salto ou parar de lançar olhares duvidosos pras outras meninas que ficaram no topo dos seus grupos, eu insisto em ignorar a existência dela. 

A Tammy ainda é uma pessoa cuja personalidade é ter um cabelo quilométrico, mas espero que isso mude porque ela parece ser um amor (ainda mais depois de ler a própria cartinha pra entojada da Dayeon). A Miu também pode ter tido uma participação nos votos, mas pela parte internacional, já que ela quase debutou no NiziU, aquele grupo da JYPE que é basicamente um TWICE japonês.

Fu Yaning, Kim Suyeon, Shana Nonaka

E pro desespero do Twitter, a Yaning segue na disputa. Cancelada desde antes da estreia por falas racistas e, logo depois, por “debochar” da Yujin usando a própria música do CLC de artifício, acho que ela só tá aqui pelo fervo mesmo. A Yaning tem uma personalidade forte e foi um grande destaque por não se deixar levar pelo chorinho da Dayeon na hora de dividir linhas (e ainda foi taxada de péssima líder por isso). Óbvio que as declarações são um problema (como a gente vai ver com outra participante mais pra frente), mas a cultura do cancelamento não vê nuances, tanto que ela, sendo o nome mais relevante da célula, botou o trio em oitavo. Como resistência chinesa, a Yaning é ótima! Mas isso tudo se ela quisesse mesmo debutar (ela não quer e a Mnet também não vai deixar). 

Na verdade, essa é uma célula bem forte. A Suyeon, apesar de aparentar ser mais na dela, também parece ser do tipo que não levaria desaforo (tanto que deu uma singela comida de rabo na Dayeon). Diferente de outra dupla que tá mais pra cima no ranking, não vejo as duas brigando por ego no palco, mesmo que elas tenham energias parecidas. Pra isso, temos a Shana, um ótimo quebra-gelo cheio de fofurice. Não gostei da linearidade dos versos dela na apresentação de The Eve (foi bem entediante e não mereceu toda aquela babação), mas eu tenho certeza que a gata tem muito mais pra mostrar.

Hsu Nientzu, Huening Bahiyyih, Shihona Sakamoto

Deixa eu colocar uma coisa bem clara aqui: eu não odeio a Bahiyyih. Esses dias, comentei no Twitter exatamente isso; eu quero que essa menina debute, afinal, quem sou eu pra proibir uma adolescente de 17 anos de realizar um sonho? Eu só acho que não é a hora, por dois motivos. Primeiro que ela ainda tá fraca, em todos os sentidos. Os vocais são estáveis, mas não tem brilho; ela é bonita, mas não consegue tirar o peso de ser irmã de um famoso dos ombros. Isso faz com que ela sempre pareça nervosa por algo, travando em todas as performances.

Depois, debutar a Bahiyyih nessas circunstâncias não vai ser bom pra nenhum dos lados, e o grupo vai ser desnecessariamente cancelado porque ela ainda atrai muito feedback agressivo. Quem tá votando, precisa entender que essa vai ser uma ótima experiência pro currículo e ela consegue debutar em outro lugar só com o nome. Já a Mnet precisa entender que ignorar a existência dela vai ser um feitiço virando contra o feiticeiro. Dito isso, nem tem como negar que a posição é injusta. A Nientzu e a Shihona são duas whos no programa e tiraram a sorte grande nessa célula, fazendo com que a Bahiyyih seja a maior mochileira da edição até o momento.

Xu Ziyin, Kim Doah, Risako Arai

Gente, qual é que é da Doah? Eu to desde o primeiro episódio tentando entender o hype dessa garota, o motivo de todas cochicharem entre si quando ela aparece, os elogios desnecessários, tudo. Ela nunca nem ranqueou no Produce, ofereceu uma versão irritante e caricata da icônica introdução da Mina em Yes or Yes e agora fez a célula ficar em sexto! Ela também é do Fanatics, então por que a célula da Chiayi, que tem duas idols na ativa, ficou tão baixo? Sério, me respondam aqui, não pode ser só eu. 

Felizmente, a Ziyin consegue pegar todo o meu negativismo pra cima dessa posição e me deixar menos raivosa. Eu acho ela tão elegante, até pra dar bronca na pirralha da Sein ela foi elegante, e por isso mesmo eu não vejo ela debutando no grupo final. Mas foi ótimo conhecer a carreira dela na China e espero que o programa traga visibilidade pra ela fora do nicho. Já a Risako precisa se destacar mais pra eu comentar algo, senti ela muito apagadinha na performance de Yes or Yes.

Li Yiman, Kim Chaehyun, Ayana Kuwahara

Não sei se o plot de defensora das japonesas ajudou, mas… Que surpresa, né? Nunca imaginei essa célula tão alto assim. A Chaehyun se superou na apresentação da Connect Mission depois de se quebrar todinha na high note de Black Mamba (isso depois de ter dito que tinha raiva em ver que as outras já tinham debutado e ela não), só não sei se isso tudo é o bastante pra ela ter puxado o trio pra cima. 

Como japonesa, temos a Ayana, escolha extremamente questionável pra integrar o top 9 escolhido pelos jurados. Tudo bem, ela foi bem na apresentação, mas foi cortada! Nem dá pra saber o que eles acharam, nada que justifique a suposta popularidade. Essa menina sobreviveu por votos internos e caronas na célula, então to bem curiosa pra ver como ela vai se virar sozinha. Não sei quem é a Yiman.

Huang Xingqiao, Kang Yeseo, Mashiro Sakamoto

Orgulhosa por ver a Mashiro tão alto. Ela teve um dos melhores crescimentos pra mim, indo de uma performance esquisita por conta da pronúncia presa a lindíssimos versos na apresentação de Fiesta, e isso fez com que ela se tornasse a minha japonesa favorita no momento. Só que esse reality não deixa ninguém ser feliz por completo, então quando a voz dela quebrou se despedindo da Nagomi eu senti meu coração estraçalhar. Por todas as coisas que eu vi dessa menina, eu quero que ela faça justiça a todos os programas da Mnet e seja a center japonesa que todo mundo precisa.

Já a Yeseo… Muito falatório pra pouco serviço. Eu sei que ela trabalha nesse meio desde muito nova, mas é isso: um funcionário com muito tempo de casa. Não consigo enxergar as coisas que dizem sobre ela e, pra mim, acaba sendo só mais uma participante coreana que tem um passado por trás. Até a Xingqiao tem mais futuro pra mim hoje, mesmo que seja pra ocupar a cota de bonita e dar muito orgulho pra escola Seolhyun de modelagem.

Su Ruiqi, Jeong Jyoon, Hikaru Ezaki

Rolaram coisas estranhas aqui. Tirando a Jiyoon, achei que teve um excesso de confiança enquanto as células iam sendo anunciadas, como se elas já soubessem que se classificariam alto. E, sei lá, é uma postura que anda me irritando um pouco, ainda mais quando trazem um pouco dessa personalidade pra fora do palco. Fiquei feliz pela Jiyoon e achei que o discurso dela tinha sido feito pra mim, que há dias venho me sentindo “como uma criança perdida na mata”. Ela é uma ótima vocalista, o carisma dela é enorme e foi injustamente apagada na performance da Connect Mission (vejam a fancam dela da Mnet, é um absurdo de tão sexy). 

Então tocamos em um ponto delicado. Mais uma vez, temos relatos racistas envolvidos por parte da Ruiqi e, diferente da Yaning, que eu consigo enxergar como uma garota que não tá nem aí pro programa e só veio causar mesmo, eu meio que perdi o encanto por ela. Ainda acho uma ótima ace; ela consegue ser boa em várias áreas e isso é um fato. Mas a postura muito confiante de que a vaga tá garantida no grupo final não importa o que ela faça me tira do sério. E a Hikaru também continua me irritando, mas por outro motivo: por que essa menina parece um robô enquanto se apresenta e é uma simpatia fora do palco?!

Shen Xiaoting, Seo Youngeun, Yurina Kawaguchi

Das células mais altas, eu acho que essa daqui é a mais forte. A Mnet ainda precisa dar mais atenção pra Yurina, mas as narrativas das outras duas estão prontinhas. A Youngeun é uma palhaça, mas competente no que faz. Se a Jia não tivesse se classificado, seria interessante ver como ela se viraria sem a sua parceira, mas tiveram dó e aconteceu, então não quero que ela se acomode com nada. A Xiaoting é a mesma coisa, porém tem uma personalidade tímida e se transforma nos palcos, não consigo imaginar outra chinesa sendo center senão ela. 

O trio se completa de várias formas e me dá um aperto no peito saber que elas vão se separar, pois eu já debutaria as três direto. Só que a edição não tem sido justa com a Yurina, e isso dificulta um pouco meu senso crítico. Eu sei que ela é ótima, como ela mostrou cantando Fancy (sendo a única realmente boa daquele grupo), mas na Connect Mission ela teve partes muito pequenas que, diferentemente dos jurados, não achei que fizeram a diferença. Espero que os próximos episódios consigam trazer ela de volta pro meu top pessoal. Eu só não entendi uma coisa…

Cai Bing, Choi Yujin, May

O que rolou? Como essa célula se classificou em primeiro? Sem tirar os méritos de ninguém, mas já tirando: por quê? A Yujin conseguiu mais fama em cinco episódios do que em sete anos de CLC e isso é insano. Não porque ela não é boa ou algo assim, mas eu cantei a bola uns dias atrás: se a Yujin debutar por coitadismo, vai ser pior. Mas parece que a narrativa de “coreaninha indefesa” que a própria produção do programa se encarregou de montar funcionou muito bem, e isso puxou todos os votos como um imã. Insano, de verdade.

Além da Cai Bing, que é boa e tem meu favoritismo por ser linda, temos também a incrível história da japonesa que, sem dizer uma palavra, foi carregada até o primeiro lugar. May, do Cherry Bullet, mostrou o carisma de uma samambaia e, sendo um enorme ponto de interrogação pra grande parte da galera que insiste em assistir esse programa, pegou um 99 Taxi com cupom de 100% de desconto e foi que foi. Isso que eu chamo de escalada social.

Wen Zhe, Kim Hyerim, Ruan Ikema

Nem com o Planet Pass eu fiquei totalmente satisfeita. A justificativa dos jurados por terem salvo a Ruan entre outras japonesas foi, no mínimo, hilário. A Sunmi disse que viu nela uma celebridade logo quando viu a performance no primeiro episódio, amigos… O que foi isso? Dizer que ela teve um crescimento durante esses dias é aceitável, mas na PRIMEIRA performance? Que foi junto da Ayana e cortaram na edição final? Mais uma vez, a gente nem sabe o que falaram pra elas e a dona Sunmi me vem com essa?! Bicha, não se faça… No lugar dela, eu salvaria a Nagomi, a Fuko ou a Yume. 

Agora, na parte boa, temos a sofrida classificação da Wen Zhe, que não merecia passar por isso logo no dia do aniversário. A evolução dela ao longo dos episódios foi maravilhosa, e ela ainda soube segurar a saia justa da Ziyin quando meteu o ferro na folgada da Sein. Fora a personalidade engraçadíssima da lenda, sério, não consigo ver uma escolha melhor que represente as chinesas. E a Hyerim foi outra que conquistou a vaga na raça. Foi uma boa líder pro time de Yes or Yes e a maior responsável pela performance ser tão bem sucedida como foi. Muito contente com a vaga coreana do Planet Pass.

E, por fim, tivemos a formação do top 9 com os votos dos telespectadores. Num geral, eu fiquei satisfeita com as mudanças que tivemos, porém bem confusa com as meninas cogitando a presença da Bahiyyih. Seria a Mnet começando seu grande plot twist pra dar mais atenção pra essa menina e fazer ela debutar? Não sei, mas foi engraçado o fandom surtando no Twitter, alegando que a Mnet foi, adivinha? Manipuladora! Sério, se ela debutar desse jeito, eu só vou conseguir sentir pena dela…

Voltando ao top 9 de verdade, tivemos três novas entradas, estranhamente equilibrado entre as nacionalidades e, o mais surpreendente de tudo: coreanas não dominaram as três primeiras posições! Não sei se isso é um reflexo da falta de personalidade de algumas, ou se é só a Mnet mexendo os pauzinhos pra mostrar que é justa com o conceito do programa, mas fiquei bem surpresa. Detalhe pra todas duvidando que a Yurina estaria no top 9; aí o Jingoo mostra de uma vez as quatro candidatas pra completarem o ranking e, pá, Yurina. Então a questão virou “a Yurina é a próxima” cada vez que ele anunciava uma posição, até ela tomar o primeiro lugar numa virada maravilhosa! Nem o Jingoo se aguentou no discurso (só procurar que vocês vão ver o remix dele com o Tiago Leifert anunciando a Juliette como campeã do BBB).

A carinha dela… Só de olhar eu quero chorar

No mais, muito feliz pela Mashiro e pela Yurina, e mais uma vez presenciamos a fúria nos olhos da Dayeon por nem ter sido cogitada de novo. A essa altura, acho difícil o top 9 mudar muito radicalmente (pra tristeza da nossa center coreana). É provável que essas sejam as meninas que brigarão entre si por posições mais altas, enquanto as demais sonham ser as azaronas do jogo, o que pode acontecer (a gente viu a Yuri e a Chaewon debutarem no IZ*ONE, e a Wonyoung roubando o #1 da Sakura, não duvidem de mais nada). A gente pode ver novas entradas entre a nona e oitava posições, já que a própria Chaehyun sente que a berlinda é um lugar complicado e que, se não der tudo de si, pode estar fora na próxima, mas a última coisa que eu quero é um top confiante demais e figurantes apáticas sem esperança. Nunca se sabe quando uma Yaning pode ameaçar sua vaga.

Bom, as cenas do próximo episódio implicam que a segunda missão do programa será marcada pelo fim das células, mas eu acho que eles ainda vão adotar esse sistema de novo em algum momento conveniente e mudar as peças do jogo, seja pra subir meninas consideradas improváveis ou descer as queridinhas da nação. Parece que novos grupos vão se formar pra apresentarem alguma coisa que faça sentido com o nome Combination Mission, e logo já temos uma cena da Yurina levando um esculacho e tendo uma crise de ansiedade em seguida. O que será que podemos esperar dessa próxima fase?

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

19 pensamentos

  1. ” A Manami é uma figura interessante. Parece ter saído direto de um mangá do Akira Toriyama, com uma carinha engraçada e os cabelos atrás das orelhas que formam um look bem diferente, mas, mais do que isso, ela canta surpreendentemente bem. Juntamos tudo, e mais o ponto-chave da música tema, e pronto: temos um ótimo vetor do time japonês pra alavancar a popularidade de uma célula meio morna. Não sei se a gatinha vai se segurar por mais tempo, mas ela é linda e carismática e tem meu apoio. ” – Ela é maravilhosa, espero que consiga ir longe.

    Eu não gosto da Hikaru. Até comentei nos meus últimos dois textos. Estou no Kpop tem tempo… Já superei a fase de sonhar com grupos formados apenas por membros que sabem cantar e dançar. Idols precisam de coisas que vão além do talento… a Hikaru tem uma imagem que eu não engulo. Ela parece sem vida.

    Seu texto é muito bom ( beeeem detalhado).As imagens devem dar um trabalho danado e ficam lindas.

    Ótimo trabalho!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Manami é puro carisma! Não que ela não tenha talento; ela canta e dança bem, mas a qualidade mais marcante dela, pelo menos pra mim, é que ela é muito carismática. E acho que essa é uma qualidade que faz muita falta em idols no k-pop.

      Curtido por 3 pessoas

  2. Nos primeiros episódios eu tinha minhas favoritas, mas agora confesso que já nem sei mais pra quem torcer… tem muitas competidoras que mereceriam entrar nesse grupo.

    E depois de passar semanas torcendo pro grupo final ter uma distribuição justa de integrantes coreanas, chinesas e japonesas, me ocorreu esta semana que no fim isso não vai fazer muita diferença, já que alguns espectadores me fizeram lembrar que o foco é lançar um grupo especificamente de K-POP, sem qualquer indicação de que elas lançariam músicas especificamente feitas pros mercados do Japão ou da China ou mesmo de que haveria units dedicadas a esses mercados (até porque o lançamento de units parece estar extremamente em baixa no k-pop atualmente). Algumas pessoas disseram que foi inclusive por isso que “O.O.O.” não teve versões em japonês e mandarim, enquanto “Nekkoya” no P48 teve versões em coreano e japonês.

    Então, acho que a partir de agora vou torcer menos pra que essa ou aquela candidata entre, menos pra distribuição igualitária ou não de nacionalidades, e mais pro grupo que sair daí ter um repertório decente, coisa que o IZ*ONE não teve (mas o IZ*ONE teve um single de debut maravilhoso, então tomara que o debut do grupo novo tenha algo no mesmo nível). Mas vou ficar feliz se a Yurina, Manami e Xiaoting conseguirem debutar (e a Yujin, que se não debutar provavelmente vai ter que se aposentar da vida de idol por conta da idade).

    Curtido por 2 pessoas

    1. bem lembrado. eu achei muito bizarro terem descartado a oportunidade de darem as versões em jp e ch pros seus respectivos grupos, foi um desperdício de agenda e produção fazer aqueles três vídeos com os três grupos dançando…

      Curtir

  3. Eu assisti o produce48 e gostava da Doah, acompanhei o fanatics bem por cima e depois daquela polêmica a algum tempo dos staff afastarem a câmera em uma live pras pernas das integrantes aparecer e a internet querer matar a empresa achei q o grupo ia acabar em um hiatus e disband silencioso, uma surpresa ela junto de rayeon e Chiayi aparecer no reality, acho q com isso veio aquela animação de quem acompanhou pd48 por isso ela ficou em uma boa posição por nostalgia do público, mas ela tem tanto tempo de tela quanto a irmã do famoso.
    Eu adoro a Reina, a felicidade dela me conquistou desde do começo, o público fala tanto q esse programa não tem vocalista q presta mas então vem a gata Reina e todo mundo ignora ela, uma pena q é provável q ela seja cortada logo.
    Yujin nossa juliette coreana, chora todo episódio e eu não sei oq será dela, tem chances de debutar mas acho estranho alguém da idade dela ( 25 anos) ter mais chance de debutar q as pirralhas de 15 q enchem esse programa ( só lembro de Kaeun e Wooyoung), talvez ela chegue longe e seja cortada na cara dura do top final.

    Curtido por 1 pessoa

    1. nossa juro que eu não lembrava dessa polêmica do fanatics!!! e sobre a yujin, a gente precisa lembrar que a eunbi debutou no izone com uma idade parecida e com uma historinha bem mais furada (a mãezona das participantes)

      Curtir

  4. Não, ADM, uma das minhas favs morreram nesse corte, TD pq o povo ficou chocado com ela abrindo as pernas em Paradise Lost, não sabem apreciar a filha da Gain que dança bem, agora só resta a Chung Ha dar uma carreira a ela, pq se depender da empresa

    Curtido por 1 pessoa

  5. Não sou bom em matemática, muito menos em resolver problemas, cálculos e estatísticas (?), então vai uma pergunta ai para os universitários: Se estamos votando 3/3/3 de cada país para o top 9, não é provável que o top 9 final contenha 3 garotas de cada pais, ou isso não tem nada ver? (Aguardo uma resposta)

    Sobre meu top, como a Mnet está nos obrigando a escolher 3 integrantes de cada, eu vou montar meu top dos “sonhos” com 3/3/3:
    Em 1º: Wen Zhe. Divaaaaa!!!!! Sei que não debuta, mas na minha casa ela é N#1;

    2º: Kawaguchi Yurina. Única japonesa que eu me importo de verdade, se pudesse eu tirava as outras 2 japonesas na hora de votar e votava em 2 chinesas…;

    3º: Shen Xiaoting. Porque a bixa é bonita e já vejo ela sendo muito center nos MVs. Fora que eu amo ela falando em mandarim <3;

    4º Choi Yujin. Eu realmente queria não ter pena dela colocando-a no meu top por "dó", mas acho que ela ficando fora do top final, eu ficaria com mais pena ainda. Queria que ela nem tivesse se submetido à essa patifaria, mas como ela esta lá, vamos torcer para que a bixinha não seja boicotada igual a Kaeun. #Oremos;

    5º Zhang Luofei. Eu colocaria também como a "3ª chinesa" do meu top ou a Chen Hsinwei ou a própria Fu Yaning. Só que a pronuncia da C.H. me irritou demais em Fiesta e a F.Y. tá se mostrando confiante demais, e eu odeio isso. Atualmente a vaga vai pra Z.L mesmo, que além de linda, canta super bem e acho que seria interessante ela no lineup final;

    6º Kim Hyerim. Estou com dificuldades de gostar de alguma coreana de verdade, tem mais umas 3 que eu botaria no lugar dela, mas como ela se mostrou uma ótima vocalista, alguém tem de gritar no grupo final, então enquanto, ela fica com as high notes do grupo;

    7º Nonaka Shana. Foi bem na apresentação, levou a segunda vaga de japonesa;

    8º Ahn Jungmin. Já foi mais alto em meu top, mas teve o azar de cantar aquela bomba e a Mnet dão da screentime pra coitada, logo logo ela pula fora do top se não acordar pra vida e ter sangue nos olhos para se destacar por si mesma, sem depender da ajuda da edição ou dos técnicos (Sunmi vc me paga);

    9º Nagai Manami. Terceira na cota de japonesas. No lugar dela eu colocaria a Sakamoto Mashiro facin facin.

    Curtido por 1 pessoa

    1. acho que não necessariamente amg, a gente vota em 3 de cada pra parecer justo, mas no final vale quem mais recebeu cliques no app. é estatística, dá pra combinar uma coreana com outras chinesas e japonesas de várias formas, e vice versa. ex: se várias pessoas votam na bahiyyih usando combinações diferentes de chinesas e japonesas, ela tem mais chances de entrar no final. entendeu?

      Curtir

  6. Concordo sobre a Bahiyyih, se ela debutar agora vai viver sempre como sombra do menino do BTS de saia. Acho que o hate em cima das participantes é tenebroso, sem nem contar (como voce apontou bem) que algumas delas são ADOLESCENTES. Pelo amor de deus se eu há 5000 anos, quando era jovem, já surtava com ENEM imagina com estranhos metendo pau em mim por causa de reality show?

    A atitude petulante da Rui Qi e da Hikaru, errrr, foi infantil pra ser otimista. Tá bom meus anjos entendemos que vocês são bad gãls confiantes 24/7, agora poderiam ser simpáticas mesmo KKKKKK. Esses momentos delas foram muito vergonha alheia, deu vontade de virar meus olhos pra dentro do corpo e fazer uma ressonancia magnetica caseira. Enfim, não gosto muito da maioria no TOP9 mas fazer o que né? Capaz que venha pior que a lineup do IZ*ONE isso daí.

    Curtido por 1 pessoa

    1. eu to tendo mais problema em torno da ruiqi do que da hikaru ultimamente. quando não tá se apresentando, ela parece ser uma fofa, acho que ela tem uma ideia errada sobre kpop ou tá fazendo uma paródia pq não é possível… já a ruiqi infelizmente tem uma personalidade que eu não gosto, já tive muitos “amigos” assim e isso me dá gatilho

      Curtir

      1. acho que a hikaru tenta criar um tipo de ”duas imagens”, uma pra palco e uma pra fora dele. sei lá, eu acho que isso de ”eu sou fofa mas também posso ser fodona!” tá tão batido… o programa no geral tá escolhendo umas conceitos bem saturados.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s