Purple Kiss se adianta no calendário e entrega uma ótima festinha de Halloween em Zombie 

Depois do MAMAMOO oficializar que está caindo aos pedaços com o lançamento de uma coletânea de melhores músicas, é hora da RBW dedicar sua exclusiva atenção ao novo produto da empresa. As novinhas do Purple Kiss estão de volta pulando logo mais de um mês pra meterem seu primeiro comeback com temática de zumbis e, sinceramente, não consegui enxergar uma possibilidade disso aqui dar certo. 

Acho que esse comeback chegou meio de surpresa (ou eu que tava ocupada demais) porque não consegui acompanhar quase nada. Sei que eu achei o highlight medley do álbum meio questionável e torci pra que Zombie não desse errado ou fosse uma completa enganação quando ouvi um trechinho. 

Será que as substitutas do MAMAMOO fizeram bonito? Vamos dar uma olhadinha no MV.

Felizmente, meus ouvidos foram agraciados com um funkzinho gostoso que só o Bruno Mars entregaria, juntando tudo que o Ed Sheeran não fez no último clipe dele: entreter. Gostei de ter esse contraste, da classuda e trevosa Ponzona com essa energia caótica e divertida de Zombie, acho que é assim que se diz que um grupo é versátil. E a música corre, em sua grande maioria, em uma ótima forma. Esquisito pensar que nenhum ato feminino se permitiu ousar tanto a ponto de se “shineezar”, ainda mais como seu primeiro comeback. 

Lógico que nem tudo aqui é perfeito, seria até estranho se fosse. Não sei o que o produtor pensou com esses versos pré-refrão que quebram a música todinha e, acima de tudo, são extremamente constrangedores. Se você vai fazer uma música divertida e que não se leva a sério, precisa ser do começo ao fim. Esses versos não conversam com nada e ninguém, totalmente dispensáveis da versão final e até acabam um pouco com a expectativa que eu tenho com o refrão. É como se ele começasse a tocar e eu já tivesse broxado. Parece idiotice, mas tira MUITO da experiência legal que eu poderia ter tido.

Bom, tentando ignorar esse fato, Zombie é redondinha. Ela amassa o péssimo verão coreano que tivemos esse ano feito uma bolinha de papel, e abre espaço para as possíveis ótimas músicas que teremos nesse terceiro trimestre. O instrumental é maravilhoso e esconde várias surpresinhas que só enriquecem a música, e a letra realmente tem um jogo de palavras bem interessante, como a Bruna destacou no post dela. Além de pegajoso (como um cérebro), o refrão que quer te caçar como um zumbi ao mesmo tempo te chama carinhosamente de bae. 

Não vou fingir que esse comeback poderia ter sido bem melhor, como a oportunidade de se jogar de cabeça no trash que foi perdida aqui. Queria ter visto mais que um olho caindo e bolos de tripa (e menos de um quase ritual satânico que elas promovem no rap), mas acho que essa é a primeira vez que um girlgroup tenta fazer a sua própria Married to the Music. O resultado é quase uma festinha de Halloween que você teria no colégio: inesperadamente leve e descontraído. 

Escute também: Cast pearls before swine

O EP de estreia do Purple Kiss já foi bem acima da média pro que se espera desses grupos mais novos, mas elas conseguiram entregar um trabalho um pouco melhor com Hide & Seek. Mesmo com alguns defeitos de montagem da tracklist, parece que a qualidade das músicas cresceu um pouco e elas ainda mantêm aquele esquema de transitar entre as cores, só que dessa vez não é tão nítido assim. Uma única música chamou minha atenção desde o highlight medley e ela é Cast pearls before swine. Primeiro que ela tem a mesma sonoridade que Skip Skip do EP passado, mas agora parece mais selvagem e melancólica. Segundo pelo próprio título, bem curioso e bizarro ao mesmo tempo pra uma faixa de kpop. Daí eu fui logo ler a letra pra ver se tinha a ver com o Evangelho de Mateus na Bíblia e toda aquela questão de jogar pérolas aos porcos e, gente, tem sim! A letra é bem de superação de término, chamando o carinha de “colar de pérolas num pescoço de um porco”, e eu amei porque ela me traz uma sensação muito gostosa de vingança contra o ex. Não sei como isso passou nos censores coreanos, mas parece que as gatas tão promovendo ela nos music shows. 

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s