Xepa AYO GG | Lançamentos que não deram tempo de comentar

E aqui está ela: a Xepa em seu novo periódico, agora saindo a cada 15 dias pra dar meu parecer sobre todas as coisas que saíram e eu, ou não tive tempo de dar uma olhada, ou não rendeu um post solo (por inúmeros motivos). Queria que essa “reestreia” da Xepa fosse mais emocionante e diferente, mas eu to muito ruim hoje, em todos os sentidos, então só vou prosseguir com os comentários dessa vez. Na próxima eu faço melhor. 

fromis_9 – Talk & Talk

Sendo ainda um exemplo pra OMS, o fromis_9 surpreendentemente continua numa linha bem consistente de lançamentos (mesmo indo parar na Pledis numa notícia-relâmpago pra fanbase toda). Talk & Talk é quase uma continuação de WE GO, com o grupo inteiro ainda explorando a questão do isolamento social. E eu to bem feliz de alguém ter aproveitado essa temática pra transformar numa coisa mais divertida sobre ficar em casa, quase a ideia que todos nós tínhamos no começo da pandemia. O refrão não é lá essas coisas, mas o resto da música segura MUITO bem a alegria que eu senti ouvindo isso. 1st win merecidíssimo!

PRITTI-G – Hola

Cinco meninas de um grupo obscuro redebutaram como um grupo ainda mais obscuro, mas não achei essa Hola tão ruim assim. Óbvio, dá pra encontrar umas 50 músicas iguais a essa, mas levando em conta todo o contexto, o PRITTI-G (por Deus no céu, que nome horrível) foi bem. Vamos ver quanto tempo mais elas vão sobreviver.

LOONA (Heejin, Kim Lip, Jinsoul, Yves) – Not Friends

Dá pra ter uma ideia de como o LOONA poderia ter crescido bem e com saúde ouvindo Not Friends. Tudo bem que eu esperava um EDM country meio AOA matadoras de aluguel e que aquela espécie de drop que se conecta com o refrão dá uma broxada, mas ainda é uma boa música, sem precisar comparar com todas as outras que a gente recebeu durante esses anos de OT12. Com um pouco de empenho da BBC (o que não vai acontecer pois zero empenho), eu vejo uma unit oficial saindo daqui. 

Lee Hi – Savior (ft. BI)/Red Lipstick (ft. Yoon Mirae)

Lee Hi lançou seu novo full álbum e essa daqui com o BI tá inclusa na tracklist, mas não importa porque…

Ela foi totalmente eclipsada por essa DELÍCIA. Lee Hi tá explodindo de tão gostosa em Red Lipstick e, de quebra, me deu um retrô maravilhoso de presente, me lembra até o auge do pop brasileiro lá nos anos 2000 quando a gente tinha a Kelly Key botando os homens de quatro e tratando feito cachorro. Inclusive, a letra sobre amasso e deixar marcas de batom no boy é tudo que eu precisava ouvir e não sabia. Difícil acreditar que, aos 24, ela entregou uma música desse porte. O que você fazia aos 24, hein?

Baek A Yeon – 0%

Já a Baek A Yeon ficou de molho por um pouco mais de um mês por ter contraído coronavírus, atrasando toda a agenda de promoção do novo EP. Bom, 0% finalmente saiu e faz jus ao nome.

ICHILLIN – Got’Ya

Tivemos outro debut essa semana, o do ICHILLIN, que também não entregou nenhuma reinvenção da roda, mas achei Got’Ya bem produzida. Acho que seria fácil um número do fromis_9 se não fossem pelos versos mais “agressivos” de rap, e, de quebra, até ensinou pra esses atos mais famosinhos como fazer um teen crush sem desafiar a inteligência de ninguém. Parece que o futuro do kpop tá com as nugas mesmo, viu?

Yerin Baek – Antifreeze

Eu gosto da Yerin Baek porque ela tá disposta a experimentar de tudo na música. É a liberdade criativa que ela conquistou depois de meter o pé da JYPE. Dessa vez, a gata veio com um álbum de covers e saiu um lyric video pra Antifreeze, originalmente cantada pelo artista k-indie The Black Skirts. Apesar de não ser um estilo que eu goste de ouvir, o vocal precioso da Yerin Baek consegue me manter interessada enquanto eu escuto, e o resultado final ficou adorável. 

BIBI – PADO

A personalidade estranha da BIBI rendeu mais uma música de verão. PADO tem um MV estilo A Pequena Sereia só que com um fundo bem mais adulto, cheio de conotações sexuais e uma lição sobre independência feminina perante o amor. Lá, ela é encontrada por um homem e eles vivem uma paixão, mas no final não tem ninguém perdendo a cauda pra ficar com um príncipe pra sempre. Acho que fazia tempo que eu não gostava tanto de uma música dela e, mesmo que PADO não pareça ser a melhor da discografia, eu fui mais tomada pelo roteiro do MV do que qualquer outra coisa. 

Lisa – LALISA

Sim, eu perdi muitas views no blog por não ter comentado essa no dia, até desafiada por um blink perdido no Twitter eu fui, mas achei que não valia a pena perder meu tempo. LALISA é deprimente. É tudo de ruim que existe nas músicas do Blackpink, aliás, tiveram a pachorra de pegar uma demo do grupo e transformar num solo. Não tem a cara da Lisa em nenhuma parte, é só um treco industrial pentelhando por um pouco mais de três minutos com uma letra ridícula. Pelo menos a gente tem um proto-refrão, né? Pena que toda a construção dessa música só serve pra entreter gay chaveirinho de hétero (igual ao que veio encher meu saco nas replies pedindo pra eu fazer melhor). Bem deprimente mesmo.

LiSA – Hadashi no Step

Essa LiSA agora é obrigada a dividir a tag aqui no blog com o debut podre aí de cima. Hadashi no Step não é a melhor do último EP, mas é uma gracinha e eu vivi pra ver a LiSA fazendo coreografia. É até bom ver ela feliz depois das notícias sobre o marido dela (que provavelmente é ex a essa altura).

Nogizaka46 – Kimi ni Shikarareta

Os grupos 46 lançaram muita coisa esses dias, então vou comentar só as mais decentes pra não perder tempo. O Nogizaka46 veio com Kimi ni Shikarareta como single principal e, bom… É isso. Acho que elas não vão entregar uma música parecida ou melhor que Gomen ne Fingers crossed esse ano (ou nos próximos).

Hinatazaka46 – Nandodemo Nandodemo

O Hinatazaka46 segue respirando por aparelhos lançando uma coisa pior que a outra. Nandodemo Nandodemo provavelmente vai ser o carro-chefe do próximo single e ele é igual a todas as outras músicas que elas já lançaram.

Sakurazaka46 – Nagaredama

Indo na via oposta e honrando o legado das suas antecessoras, o Sakurazaka46 conseguiu superar BAN (e algumas boas faixas que tinham no single) e entregou Nagaredama, que é um daqueles lançamentos japoneses meio disco music que sempre dão certo, não importa quem cante. Ainda bem que elas se aproveitaram disso e ainda produziram um ótimo MV. Cada dia que passa eu sinto que a memória dos meus bebês vem sendo respeitada com qualidade. 

YOASOBI – Love Letter

Hum… Parece que chegou o dia que eu não gostei de um lançamento do YOASOBI. Sei lá, tá faltando alguma coisa aqui que eu não sei o que é.

Koda Kumi – to be free

E fechando a tríade de singles do Summer of ‘21 (e a Xepa de hoje), Koda Kumi lançou to be free. É uma baladinha de verão que parece um fim de viagem e se leva a sério demais, mas o autotune… Ainda bem que ela lançou Doo-Bee-Doo-Bop antes pra gente bagaçar (e talvez eu seja a única pessoa do planeta que tenha gostado dessa música).

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

2 pensamentos

  1. Sobre esse projeto paralelo com parte do LOONA, há um rumor de que o responsável por essa música planeja lançar outras músicas com outras units. A próxima supostamente teria Olivia Hye (indicada pelo uivo no final do MV de “Not Friends”) e a Chuu (que foi vista em estúdio com o Ryan Jhun recentemente) entre as que participariam da próxima música.

    Mas como esta semana elas vão lançar o single duplo preparado pro debut japonês e talvez fiquem um tempo divulgando no Japão, mesmo se o rumor for verdade, a próxima música não seria pra agora…

    (mas se for verdade, me pergunto se o Jhun teria coragem de transformar a “unit das mudinhas” de “Why Not” – ViVi, Go Won, HyunJin e YeoJin – numa unit oficial)

    Curtido por 1 pessoa

  2. Que treva pensar que o Blackpink já tá em vias de disband sem nenhuma música boa há anos @_@. Pelo menos Red Lipstick tá ótima! E nossa, que doideira que ela tem 24 anos, né? Ela tá faz tanto tempo na indústria do kpop que pra mim essa mulher já tinha uns 30.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s