Jpop, Kpop, Playlist

Playlist AYO GG | Julho/22

Olá! Bem-vindos a mais um post com as músicas selecionadas pelo blog, dessa vez referente a julho. Eu sei que eu prometi uma frequência maior e assuntos diferentes enquanto eu estava de férias, mas aconteceram coisas na minha vida que impediram meus planos. Nada muito grave, é mais sobre eu ter preferido aproveitar meu tempo livre colocando séries em dia (completei duas, quase terminei um drama e comecei outro) e jogar coisas que eu já tinha comprado antes (como por exemplo o Pokémon Shining Pearl, cuja história principal eu zerei em 24h, não sei se isso é pouco ou muito), além de outras, como fazer um curso fora de casa, ir pra natação todos os dias e tal. 

Enfim, eu acabei usando minhas férias pra ficar longe do computador. Se eu sentei aqui, seja pra escrever ou só pra usar mesmo, umas quatro vezes durante esses últimos 15 dias foi muito. E, bom, mesmo eu não tendo viajado ou saído pra lugares diferentes (até porque eu tive crises de rinite durante todo esse tempo), no fim eu descansei, principalmente por ter ficado um pouco afastada de toda a agenda de lançamentos do pop asiático, inclusive a bomba (não é no mau sentido, é que foi tão inesperado que pareceu uma bomba) que o novo grupo agenciado pela HYBE soltou na semana passada. 

Inclusive, julho rendeu menos do que eu esperava pela quantidade de gente que combinou de lançar música. Alguns comebacks estranhos, outros decepcionantes, pouca coisa realmente me marcou mesmo nesse período que eu fiquei distante. Pra agosto eu não quero prometer nada, mas eu tenho um depósito de pautas que eu pretendo trabalhar em cima, e também temos um grande festival de promessas de grupos grandões fazendo seu aguardado retorno. E quando eu digo grandões, são do nível SNSD, que voltou quando ninguém mais botava fé e até transformava a então fanfic em piada. Claramente é o comeback que eu mais espero, provavelmente do restante do ano, e semana que vem ele já vai estar nas nossas mãos. 

Dito tudo isso, apesar da quantidade minúscula de posts, julho manteve os números do mês passado e fiquei bem surpresa e feliz com os índices que eu vi: julho teve um pouco mais de 7,4 mil visualizações por quase 2 mil pessoas, o que faz dele o terceiro mês mais visitado do AYO GG (só por curiosidade, o primeiro e segundo lugar são junho de 2022 e agosto de 2021, respectivamente). Também é o mês com a menor porcentagem de queda nas views até agora: só 2% a menos que o mês passado. Já posso considerar que as visitas ao AYO GG estão se tornando cada vez mais orgânicas? Ou eu dei a sorte de viralizar alguma coisa por aí? Durante esses dias que eu fiquei “doente”, eu pensei em largar o blog, mas depois lembrei de todas as pessoas que fizeram o AYO GG ser o que é: quem lê, quem divulga, quem escreve. Então, seja como for, obrigada por me darem esses números!

Em ordem, os cinco posts mais vistos do blog esse mês foram:

– A piada autodepreciativa em forma de música do ITZY;

– A outra piada, só que dessa vez pagando de conceitual, do aespa;

– Meu top 10 provisório de melhores de 2022;

– Lançamentos das loiras naturais do kpop Chungha e CHOBOM;

– E o post especial do meu aniversário falando sobre a Lee Gai (que inclusive tá na terceira posição do Google br quando buscamos por “lee gai” nele). 

1. WJSN – Last Sequence: no dia eu não comentei sobre essa porque eu tava podre de tão doente, então pedi pra Nath escrever. Mas a gente basicamente concordou sobre Last Sequence consolidar de vez o WJSN como uma das potências do house dentro do kpop atual. A música só envelhece cada vez melhor comigo. 

2. WJSN – Done: Confesso que eu fiquei meio decepcionada com o fato do WJSN ter ganhado a porra do Queendom e o primeiro comeback depois disso ser um single album. Ainda assim, a tracklist pequena dá o nome, principalmente nessa b-side aqui, onde elas elevam ainda mais o fator heavenly da title. 

3. VIVIZ – Love Love Love: E falando em músicas arrebatadoras, o VIVIZ mandou benzaço aqui. O single continua sendo uma merda colossal, então nem parece que a gente tá falando do mesmo grupo quando Love Love Love começa a tocar porque parece que foi feita por mãos abençoadas. Elas devem ter trocado muitas palavrinhas com o WJSN nos bastidores do Queendom. Provavelmente é meu kpop favorito do mês.

4. H1-KEY – Catch ‘n’ Release: Você não deve saber o que é um H1-KEY, mas a farofinha que elas fizeram nesse primeiro EP é tão gostosinha. Grita nugu imitando o ITZY na sua fase mais quirky doidinha no começo da carreira, mas imita tão bem que faz com que esse tipo de som caia melhor nelas do que no próprio grupo da JYPE. 

5. Chungha – Sparkling: A MNH resolveu soltar a Chungha do mausoléu e ela, como a ótima anti-trendsetter que é, lançou uma faixa da Sunmi aos seus próprios moldes. E ficou tão bom! Quer dizer, Sparkling deve ser o lançamento que mais representou o verão coreano até agora. É alegre e sensual como há muitos anos não era, e eu me apaixonei totalmente. 

6. Apink CHOBOM – Copycat: Essa daqui cresceu de forma muito orgânica comigo, mesmo sendo quase um cover daquela faixa da Doja Cat com a SZA, como muita gente apontou. Mas é uma emulação tão bem feita, sabe? Gosto demais da vibe da música e como ela vai se construindo nos ouvidos. Mais uma vez o Apink surpreendendo a gente de forma positiva.

7. Billlie – Patbingsu: Quem diria que um cover de uma música tão antiga combinaria tanto com o Billlie? Acho que o segredo tá na estranheza da produção. Patbingsu originalmente é um blues bem animado e terem transformado num pop com ares nostálgicos foi genial porque deixou a faixa muito mais jovem e com a cara delas. 

8. Hyolyn – Ah yeah: Transformar a Hyolyn numa artista desesperada por um hit no Tiktok foi uma das escolhas mais questionáveis que eu já vi. O comeback foi… Esquisito. E bem esquecível. Esse motivo fez com que eu me agarrasse ainda mais a Ah yeah, um batidão noventista delicioso e que tem a cara da Hyolyn.

9. Hyuna – Nabillera: Ao contrário da Hyuna, que parece estar nos trilhos novamente. Nabillera ainda tá longe de lembrar os melhores momentos dela como solista, mas já é um grande recomeço, grande o bastante pra fazer a gente esquecer aberrações como I’m Not Cool e Ping Pong. Eu ainda me divirto bastante com Nabillera. 

10. Sunye – Genuine: Assim como eu comentei no Twitter, eu amo a Sunye desde o dia que eu assisti o MV de Irony. A energia que essa velha exala é massacrante, por isso mesmo eu queria ter visto um MV pra Genuine, um pop apocalíptico ainda melhor que a title do EP de estreia dela. 

11. Sunye – Just A Dancer: …Mas nem por isso eu ia deixar essa de lado. Just A Dancer dá continuidade ao legado do Taemin e do Wonho como as grandes divas que são, é como se eles entregassem um pop safado nas mãos da Sunye e dissessem “noona, faça valer nosso nome”. E ela cumpriu a missão com louvor. 

12. Perfume – Spinning World: Você pode até discordar na sua casa, mas o que o Perfume fez aqui foi loucura das boas. Se a gente achava que o melhor delas tinha sido lançado no ano passado, Spinning World prova que o Nakata continua em uma crescente de qualidade como não era visto há anos. Puro bliss musical. 

13. TWICE – Sandcastle: Infelizmente o jpop parou ali em cima mesmo, julho foi bem fraquinho do lado nipônico. O mais surpreendente de tudo foi o TWICE lançando um álbum japonês horroroso (sim, contando com a title e tudo mais) e só Sandcastle se salvou nessa. É um ótimo exemplo da variação vocal das meninas, e o pop rock sensual deixou a faixa ainda mais crocante.

14. DALsooobin – Hookah: Fechando a lista, a Subin apareceu do nada lançando um pop rock divertidíssimo, cantando sobre estar entediada pra caralho e drogando seus amigos ursos com bisconha (biscoito de maconha). Eu sempre gostei da forma como a Subin compõe, mas prefiro quando ela não é extremamente chata e pedante nas produções, então Hookah deve ser a melhor dela desde Katchup. 

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Um comentário em “Playlist AYO GG | Julho/22”

  1. “Elas devem ter trocado muitas palavrinhas com o WJSN nos bastidores do Queendom”

    Na verdade, o Queendom 2 mostrou que a Eunseo e a SinBcita já eram amigas próximas antes das duas entrarem na vida de idol, quando ainda estavam na escola… inclusive a Eunseo foi a única pessoa na competição que não tinha medo de fazer barraco com a SinB (lembrando que a LENDA do Viviz brigou com o WJSN já no primeiro encontro entre as participantes, depois brigou com o Kep1er e com as Brave Girls nos resultados do Round 1, e depois brigou com o Loona nos resultados do Round 3… eu ia AMAR ver ela num BBB ou Fazenda da vida).

    Mas enfim, os dois grupos realmente soltaram músicas muito boas em seus respectivos comebacks. Aliás, pra quem acompanhou o Queendom 2, acho que deve ter sido uma surpresa descobrir que o single mais sem graça pós-competição viria justamente da Hyolyn (sendo que até o KEP1ER conseguiu lançar um single bom depois do programa)…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s