Com certeza First não é a primeira música ruim do Everglow

Ao que parece, a agitação no cenário coreano vai se estender por essa semana, porque temos três posts seguidos programados no planner. O primeiro deles é o do Everglow, que simplesmente sumiu depois das promoções do último EP e ainda contraiu coronavírus, então isso aqui deve ter sido muito aguardado pela fanbase. 

First é o novo single do grupo, e eu esperava alguma coisa dele? Sinceramente, não. O Everglow já tinha conseguido um feito e tanto comigo, que foi aparecer duas vezes na minha lista de melhores do ano passado. Considerando que eu não gosto de mais nada delas, acho que foi uma conquista válida, mas que seria difícil de ser superada. 

Quer saber o que eu achei de First? Dá uma olhadinha no MV. 

Eu tenho certeza que todo mundo tem, pelo menos, uma vaga ideia do que poderia funcionar melhor aqui, e essa vaga ideia não deve incluir um trap industrial xexelento e completamente básico que compõe First do começo ao fim. Por exemplo, ontem eu e o Arthur falamos rapidinho sobre como esses instrumentais mais retrô enriquecem a música, mesmo que seja a mesma base de Take on Me em todas elas. Então, a escolha mais óbvia seria dar uma continuidade ao que foi feito em LA DI DA ano passado, aproveitando toda essa estética meio futurista e distópica que o MV traz.

E isso aqui é tão qualquer coisa sem identidade, que eu lembrei da música do ITZY em vários momentos, ou seja: a derivação de músicas é cada vez mais real e vocês precisam aceitar isso. Sei lá, eu acho uma ofensa enorme algo me remeter a MA.FI.A in the Morning de novo. Só que, diferente do ITZY, onde o conceito foi levado a sério e acabou ficando brega, em First, o Everglow se levou a sério e ficou extremamente cansativo. Não consigo me sentir entretida ou imersa; é um negócio tão linear e pesado que me dá sono. 

Além disso, temos que falar do MV. Que desperdício de grana, Yuehua. Beleza, montaram o photoshoot mais bonito da carreira do Everglow, mas pra quê? Pra aparecer com esse dance practice cheio de efeitos visuais? Muitos elementos nesse cenário poderiam ter sido bem aproveitados pra montar um conceito decente de ficção científica, sei lá, botar uma narrativa pros fãs bolarem umas teorias, instigar a imaginação da galera mesmo. Não sei se faltou uma direção artística nesse caso ou se foi só pra mostrar o poderio financeiro da Yuehua, mas esse MV é desnecessário em todos os aspectos.

O Everglow perdeu uma ótima chance de continuar sua história construída em LA DI DA. De repente, viajar no conceito de uma space opera no melhor estilo Cowboy Bebop, trazer um acid jazz que pesasse a mão no hip hop. Tipo, sei lá. É como eu disse no começo do post: qualquer ideia parece ser mais válida do que o produto final que recebemos. First vai acabar figurando em uma futura lista minha de músicas mais frustrantes de 2021, porque ela não é só ruim. Falta de aviso não foi, né?

Escute também: Don’t Ask Don’t Tell

O mais impressionante é que as duas outras músicas do Last Melody são muito melhores do que o single. E não só isso: a Yuehua provou que sabe produzir faixas desvinculadas de qualquer seriedade que queiram enfiar no Everglow. Don’t Ask Don’t Tell é um disco pop super simpático e que cura todas as feridas que o comeback me causou, sendo ela a Untouchable da vez (e tão boa quanto). O baixo dessa música é incrível e contagiante, a ponto de me deixar dançando na cadeira enquanto escrevo essa review. O produto que temos agora não tem a força de um single do Everglow, mas se fosse ainda mais lapidada, com certeza faria muito mais pela blogosfera e hitaria sem prometer. Que mundo é esse que Don’t Ask Don’t Tell precisa ser rebaixada pro status de b-side? Só sinto pena.

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Curious Cat | Instagram

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

5 pensamentos

  1. Realmente, a impressão que dá é que qualquer outra coisa que a Yuehua escolhesse poderia ser melhor que First. Eu não entendo a direção da empresa em ter dado uma faixa ótima ano passado pro grupo e regredir pro que cativa somente a fanbase delas (eu acho, nunca vi burburinho fora da fanbase além daquela Adios horrorosa), gastaram um dinheiro ferrado num clipe que poderia ser melhor com uma música ruim. Vai entender…

    Curtido por 1 pessoa

  2. QUE MENTIRA FIRST FOI A MELHOR MUSICA DO GRUPO ATE AGORA. O QUE VOCES TEM NA CABEÇA?
    COM CERTEZA SE PENSAM ASSIM NÃO SÃO REALMENTE FÃS DO EVERGLOW. POR QUE QUEM E FÃ DE VERDADE NÃO FALA MAL. EU AMO O EVERGLOW E VOU DEFENDER ELE DE VOCES QUE CONCETEZA NÃO CONHECEM ELE DIREITO JA QUE TÃO FLANDO MAL DELE.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s