Parece que o IZ*ONE vai acabar em abril mesmo…

É isso mesmo, gente. Contrariando as apostas de todo mundo para este ano, inclusive as minhas, a Mnet divulgou hoje uma nota informando que o IZ*ONE segue a programação normal e terá seu fim decretado em abril mesmo. 

Lá em janeiro, uma notícia sobre uma discussão entre as empresas individuais de cada integrante do grupo começou a rodar pelas redes sociais, e acendeu uma chaminha de esperança nos fãs. Eu mesma, que não sou fã do IZ*ONE, acreditei que a melhor decisão seria manter o grupo junto por mais um tempo, visto que o último álbum tem qualidade extremamente superior aos outros e a parceria com a SOYOU foi o melhor CF que a comunidade viu em anos. Ou seja, elas estão no auge.

Mas, aparentemente, ninguém chegou a um acordo de extensão de contrato e o grupo continuará promovendo com o nome IZ*ONE até abril, sendo a última atividade até então divulgada o show online de despedida nos dias 13 e 14 de março. 

Eu acho que é uma decisão burra, mas ninguém pode esquecer que grupos de kpop são negócios, ainda mais quando são formados através de um programa de TV. E, enquanto a gente espera o fim agonizante do IZ*ONE, vamos relembrar de onde cada uma das gatinhas veio e o que pode estar as esperando após o término do contrato. Contei com a ajuda de tópicos do Reddit e o post maravilhoso do Wendell, além da minha opinião. 

Wonyoung e Yujin – Starship 

Antes de debutarem no IZ*ONE, ambas eram trainees da Starship (ref: Sistar, WJSN). A Wonyoung é estranha pra mim. Não vejo ela debutando em grupo ou solo porque ela não tem carisma nenhum e o fato dela ter sido a mais votada na formação final do IZ*ONE é um fato que ainda causa muitas dúvidas na galera.

E ainda tem o fator da maldição do primeiro lugar, né? A gente vê aí a Somi se humilhando pra ter um single digital por ano depois de ser o centro do IOI. Mas como ela ainda é bem jovem, talvez algum funcionário da Starship enfie ela num drama em um papel mais ou menos relevante (o que teria o mesmo efeito que a Park Shinhye: sem graça). 

Já a Yujin é a personalidade engraçada e piadista do IZ*ONE. Pelo menos enquanto eu acompanhava o grupo, ela se sobressaía nos programas de variedade, então acho que seria burrice não apostar no ramo de MC pra gatinha. Vejo muito ela integrando o elenco de algum programa humor no face da televisão coreana. 

Sakura, Nako e Hitomi – AKB48 Group

Essas não precisam se preocupar porque têm futuro garantido no Japão. Óbvio, o esquema lá é diferente por conta das eleições e votos de popularidade, então dependendo de como as votações se desenrolarem, as oportunidades diminuem. Mas, ainda assim, é bem possível que elas se deem bem no pós-IZ*ONE porque o grupo teve um apelo popular em terras japonesas, principalmente por conta da Sakura.

Falando em Sakura, ela tem vários contatinhos na Coreia, é provável que ela receba um mijo por lá também, principalmente se ela resolver se graduar do HKT48 pra ser a próxima YUKIKA (no sentido de buscar uma oportunidade no exterior). Não musicalmente, mas com a personalidade tonta dela, ela consegue ser o alívio cômico de qualquer programa de TV.

Já a Nako e a Hitomi provavelmente seguirão carreira nos grupos 48. Muitos falam que o IZ*ONE abriu portas para as duas dentro dos seus grupos nativos, mas eu não acho. A Hitomi mesmo nunca rankeou um senbatsu e eu não acho que ela teve tanto apelo no IZ*ONE pra se destacar no AKB48 a ponto de conseguir um center, mas pode render mais photobooks e propagandas por aí. A Nako pode ter um pouco mais de sorte porque ela entrou no IZ*ONE com um senbatsu + center dividido na conta, além de ter participado de b-sides do HKT48 anteriormente.

Yuri – Stone Music

A única trainee da atual empresa do IZ*ONE. A Yuri pode tentar qualquer coisa que a Stone Music (ref: fromis_9 com a Off the Records, Natty com a Swing) vai dar respaldo, mas tem que ter consciência que ela não segura uma carreira solo sozinha (até porque, como o Wendell bem apontou, ela apareceu timidamente duas vezes na décima posição e, “do nada”, terminou o programa em terceiro). Muito provável que ela faça parte de um girlgroup da empresa junto com outras trainees, ou até mesmo uma de uma possível reciclagem do fromis_9, que já tá capengando há um bom tempo.

Yena – Yuehua

Parece que é de senso comum da internet que a Yena vai ser a sétima integrante do Everglow por várias músicas darem indícios de que o grupo está procurando alguma coisa, e eu até gosto da teoria, mas a gente sabe que, uma das coisas que a Coreia mais odeia é adição tardia de novos membros em um grupo. E com o crescente apelo que elas estão conquistando em solo doméstico, talvez fosse arriscado apostar nisso. A Yena também leva jeito pro entretenimento e, junto da Yujin, elas fariam bonito em até mesmo um programa de variedade só delas. 

Eunbi e Chaewon – Woolim

Eunbi… Se a Woolim não tiver um plano pronto assim que ela pisar fora do IZ*ONE, já era. A Eunbi é “muito velha” pra debutar em um girlgroup de novo (e a Woolim não é nenhuma SM pra lidar com outra velha liderando um bando de pirralhas), então a melhor saída seria deixar a Eunbi cantar OSTs de drama e ter um single digital de vez em quando. Se ela montar um canal no Youtube com covers de dança também é uma boa.

Já a Chaewon ainda tem tempo de ser adicionada a um futuro projeto da empresa, mas tem que ser logo. É outra integrante do IZ*ONE que não tem nenhum carisma e não seguraria uma carreira solo, então se ela treinar mais um pouco e debutar em um girlgroup, acho que ela descola um papel de coadjuvante em algum drama por ter o IZ*ONE no currículo. 

Hyewon – 8D Creative

Não faço a mínima ideia, porque essa empresa da Hyewon tem negócios em tudo quanto é área. Por ser do IZ*ONE, ela pode tentar um debut solo (que dificilmente vai ter sucesso), fazer parte de algum girlgroup ou fazer parte do corpo de atores, mas sabe onde eu acho que ela faria sucesso mesmo? Como modelo. A 8D Creative gerencia marcas de jóias, cosméticos, óculos e cadeias de restaurantes, quem sabe ela não descola um job nessas áreas e se dá bem? 

Minju – Urban Works

Sabe qual é a referência de artista musical da empresa da Minju? A Kriesha Chu, aquela cantora filipina que lançou duas músicas há 3-4 anos e simplesmente sumiu. Ou seja, vocês acham que a Minju tem algum futuro como cantora solo aqui? Óbvio que não, a Urban Works gerencia atores, eles não tem experiência nenhuma com idols. A não ser que eles queiram debutar um girlgroup e levarem na cara, é melhor que estejam preparados pra treinar a Minju pra ser atriz mesmo. 

Chaeyeon – WM

A única potencial solista do pós-IZ*ONE, a Chaeyeon tem todas as características necessárias pra carregar uma carreira sozinha, mas a gente sabe que a WM (ref: Oh My Girl) não vai ser tão benevolente com ela, por inúmeros motivos. Pra eles, parece ser mais vantajoso colocar ela como possível líder de um novo girlgroup, já que o Oh My Girl aumentou a receita da empresa de um pão na chapa pra dois no ano passado, então me parece mais óbvio eles investirem em outro grupo do que numa carreira solo “incerta” pra Chaeyeon. Uma pena ter que fazer ela passar por mais um processo seletivo depois de se dedicar ao SIXTEEN e ao P48, porque a bicha tem bola pra se segurar. 

Bom, por enquanto só podemos supor o que vai acontecer daqui pra frente enquanto nos despedimos de um grupo que parecia ter muito mais pra mostrar. Talvez a Mnet escolha terminar o IZ*ONE no auge mesmo, pra todo mundo ter boas lembranças de tudo que aconteceu nesses últimos dois anos, ainda mais depois da polêmica dos votos comprados que deu uma sujada na reputação dos grupos, dos realities e das empresas cúmplices. O mais sensato foi deixar tudo acabar em pizza.

Obrigada pelos hits e fofocas, IZ*ONE!

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

5 pensamentos

  1. Acho que a outra da Woollim deve ser enfiada no Rocket Punch (O grupo não fez comeback esse ano ainda, não duvido que os planos da empresa sejam esse)

    E eu, da Starship, tentava angariar as 3 japonesas e socar no grupo junta da Yujin, pq imagina um grupo novo com 1/3 do IZ*ONE? Mas aquilo, vai saber oq farão, só queria a Chaeyeon como solista mesmo, a nossa Chung Ha 2.0 tá aí quase

    Curtido por 1 pessoa

    1. é verdade, o rocket punch ainda segura o status de rookie e dá tempo de meter mais uma coitada nessa empreitada. sobre as japonesas, não sei se elas mesmas aceitariam ser idols lá na coreia, principalmente a hitomi que ainda tá aprendendo a falar coreano. e elas já comentaram como o modelo de treinamento da coreia é duro também.

      Curtido por 1 pessoa

  2. eu só espero q não enfiem a chaeyeon em um desses grupos de quinhentas garotas, ela era uma das únicas q eu conseguia diferenciar dessas meninas e eu acho que de todas a gente pode concordar q ela é a q tem mais cacife pra bancar uma carreira solo, mas acho q n sendo um gugudan/pristin da vida já tá bom

    p.s: eu to torcendo pra wm tentar emular um itzy da vida ou invés dum blackpink

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para VESGONCE Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s