Por quanto tempo mais o stalker da Nayeon seguirá livre + linha do tempo do caso + saiba como ajudar a proteger

Atenção: Esse post contém menções sobre perseguição e ameaças de morte. Prossiga por sua conta e risco.

Esse é um assunto que todo mundo que acompanha minimamente o cenário do kpop conhece e igualmente exige providências, porque uma situação desse nível de perigo para com uma pessoa não deveria ser prolongada por tanto tempo. Estou falando do stalker da Nayeon, integrante do TWICE, caso esse que perdura por quase três anos desde a primeira notícia que tivemos conhecimento. 

O cara é conhecido como Josh e, desde 2019, persegue a Nayeon sempre que pode, seja online, na rua ou até em um avião como veremos mais pra frente. E, visto que hoje com a divulgação de um novo print onde ele alega que mataria a idol caso soubesse de algum boato de namoro por parte dela, eu resolvi pesquisar melhor todo esse caso pra gente discutir aqui no blog e ajudar os fãs e não fãs a tomarem providências. 

Primeiro de tudo, vamos entender que o termo stalker, ou perseguidor em português, não se aplica somente a pessoas de vida pública, apesar de casos assim se tornarem conhecidos na esfera midiática. Um perseguidor pode muito bem seguir todos os passos da vida de uma pessoa anônima e fazer dela um inferno, afinal, o termo significa justamente seguir, vigiar e invadir o espaço pessoal de alguém, e é passível de pena judicial seja quem for a vítima. 

Dito isso, vamos começar a falar sobre o stalker da Nayeon. 

O começo 

É difícil dizer quando tudo exatamente começou, mas os primeiros portais internacionais a falarem do assunto foram o Allkpop e o Koreaboo em 27 de outubro de 2019. Conhecido como Josh, ou YoshTG, esse cara, um alemão de (atualmente) 26/27 anos, surgiu em um canal do Discord alegando ter um relacionamento com a Nayeon e pedindo ajuda para encontrar os dormitórios das meninas. Isso foi no dia 04 do mesmo mês. 

O Allkpop também divulgou que o Josh teria um canal no Youtube onde ele compartilhava seu dia-a-dia em busca de informações pessoais do TWICE e também preparativos de uma suposta viagem à Coreia do Sul. Houveram muitas correntes nas redes sociais solicitando report coletivo no canal dele, o Josh1994, mas aparentemente ele continua online e ativo (a última atualização foi há cerca de um mês).

O assunto ficou um pouco estacionado durante o mês de novembro, se limitando apenas a grupos de fãs nas redes sociais de olho no que o Josh poderia fazer, divulgando as contas dele para serem reportadas e enviando e-mails para a JYP, até que no dia 8 de dezembro, o Allkpop noticiou que a JYP estava tomando medidas legais contra o stalker. Foi a primeira vez que a empresa se pronunciou sobre o assunto. 

Olá, aqui é a JYPE. 

Estamos cientes a respeito do alegado stalker e seus conteúdos que foram divulgados pelas redes sociais e a comunidade. No momento, estamos buscando soluções legais [para o assunto] e, enquanto isso, vamos tomar medidas protetivas. Pedimos aos fãs que continuem reportando esse tipo de atitude e faremos nosso melhor para proteger nossa artista. Obrigado.

JYP Entertainment

Aparentemente, isso serviu como uma espécie de alívio em saber que a JYP já estava mexendo os pauzinhos para proteger a Nayeon e também não deixar nenhuma brecha na segurança para que algo pior acontecesse. Porém, o cão é mais rápido e, nove dias depois desse pronunciamento, o Josh postou na sua conta pessoal do Twitter que havia encontrado com a Tzuyu e a Jeongyeon “por acidente” na rua e que o manager delas levou a carta que ele havia escrito pra Nayeon, apesar da Jeongyeon parecer um pouco “puta” com tudo isso.

Na minha opinião, esse tweet é bem alarmante sobre o que ele representava naquele momento. Implicando já estar em solo coreano e desafiando o comunicado da empresa a respeito do assunto, o Josh provavelmente ficou de prontidão nos arredores do prédio da JYP apenas esperando uma brecha para encontrar a própria Nayeon, ou qualquer membro do TWICE, seguindo-as pra onde quer que fossem até ser notado. Isso fica claro quando ele diz que encontrou as duas “por acidente” na rua; é subentendido que um perseguidor não faz coisas por acidente. Esse acontecimento foi uma amostra do enorme plano dele. 

No dia 21, agindo como um completo psicopata, ele postou uma “atualização” no seu canal no Youtube já afirmando que estava na Coreia do Sul e se fazendo de coitado, dizendo que a Nayeon não havia recebido nenhuma de suas cartas, que ela nem sabia seu nome e que entenderia se ela dissesse a ele que não queria nenhum tipo de relacionamento. Esse vídeo também tem um conteúdo preocupante que mostra pela primeira vez como esse homem é manipulador, se passando por vítima de tudo o que está acontecendo. 

No mesmo dia, o TWICE fez uma live no aplicativo VLIVE e, obviamente, o assunto “sasaeng” (termo coreano para perseguidor) veio à tona. As meninas fizeram de tudo para disfarçar o que liam nos comentários, visto que o próprio Josh estava no meio deles tentando chamar a atenção do grupo, e a própria Nayeon também se pronunciou de forma generalizada.

Nós agradecemos pelo amor que sentem por nós. Isso tudo é um erro e vamos manter vocês informados. Não aprovamos esse “método” de gostar da gente e, agora que vocês sabem disso, não cometerão esse erro novamente.

Nayeon

Lembrando que, dois dias antes da live, a notícia de que o TWICE estaria sob proteção policial foi veiculada nos principais canais de comunicação sul-coreanos. Mais uma vez, veríamos o Josh desafiando a lei em prol de conseguir se aproximar da Nayeon. 

Incidente do avião 

Tudo isso dito até aqui serviu de preparação para o que seria noticiado dias depois, que foi quando o assunto realmente tomou enormes proporções. Embora o grupo estivesse rodeado de policiais e seguranças onde quer que fossem, no dia 31 de dezembro, o TWICETAGRAM compartilhou um story do que parecia ser um pedaço de uma janela de avião com a seguinte mensagem:

Por favor, volte pra casa.

Por favor, pare.

Por favor, eu estou implorando.

Story do TWICETAGRAM

Esse post foi apagado minutos depois, mas ficou no ar tempo suficiente para que os fãs do grupo, e também quem observava de fora, ficassem extremamente preocupados, pois o TWICE seguiria para o Japão para realizar suas atividades de fim de ano. A maioria especulou que o Josh deu um jeito de pegar o mesmo voo, e infelizmente eles estavam certos.

Josh admitiu pelo Twitter que foi atacado pelos seguranças do TWICE por “nada”, até porque ele queria “entregar as cartas de amor” que escreveu pra ela durante todo esse tempo, implicando que o fato de estar no mesmo avião que o grupo era “uma coincidência”. Mas coincidências não acontecem quando estamos tratando de um stalker. Isso foi confirmado por ele mesmo horas mais tarde, dizendo que conseguiu informações sobre a escala de voos do grupo, mas de forma gratuita, o que também não deve ser verdade.

Toda essa situação do voo, a brecha de segurança, o story supostamente postado pela Nayeon e as respostas de tom levemente ameaçador por parte do Josh, a JYP resolveu se pronunciar mais uma vez no dia 8 de janeiro, informando que havia conseguido uma ordem de restrição contra ele e que não hesitaria em tomar medidas mais severas para proteger seus artistas.

(…) Apresentamos acusações criminais contra um perseguidor estrangeiro que almejava a Nayeon, integrante do TWICE, juntamente à polícia de Gangnam por interferir em questões de negócios. 

JYP Entertainment

Nessa mesma época a confirmação de namoro entre o Heechul do Super Junior e a Momo acabou encobrindo as circunstâncias do incidente do avião, dando mais pauta pro Josh no canal dele, mostrando o presente que ele havia comprado pra Nayeon e não conseguia entregar, mas não matou o gás dos fãs do TWICE em mandar e-mails para a JYP exigindo medidas mais rigorosas em relação a ele.

Mais alguns dias depois, o Josh veio ao seu Twitter com um número de celular que supostamente seria da Chaeyoung e solicitando aos seus seguidores que mandassem mensagens a ela perguntando o motivo da JYP estar ignorando a sua existência. Levando em consideração que ele deve comprar informações de outros sasaengs do TWICE, mais uma vez, o infeliz quebrou o sigilo e o espaço pessoal de outra integrante. 

Analisando esse fato isolado de tudo o que conhecemos do Josh até agora, eu considero o incidente do avião o mais perigoso até aqui. Carregando consigo um cinismo que somente psicopatas possuem, o Josh se pôs a contar sua versão dos fatos diversas vezes em seu canal do Youtube, mais uma vez se colocando em posição de vítima. Ele também teve a pachorra de dizer que, no fim, a culpa era da Nayeon por não ter feito nada.

Pra ser honesto, estou um pouco decepcionado com a Nayeon porque ela poderia ter se levantado e brigado com os managers. Ela poderia ter me protegido deles. Ela poderia ter dito: ‘Parem!’. (…)

(…) Ela teve informações erradas sobre mim e não gosta de mim de jeito nenhum, e se for verdade então ela… Sabe, ela não me merece. Ela pode fazer o que quiser, eu não me importo.

Josh

Mais tarde, no Twitter, ele ameaçou a autoridade da JYP em dois tweets totalmente fora da realidade, dizendo que a empresa não pode tomar nenhuma medida legal contra ele e que os funcionários estão fingindo que são “machos”. Esses tweets são uma clara tentativa de desestabilizar os fãs e fortalecer seus contatos e fontes (em sua grande maioria, sasaengs) e também uma grande prova contra o Josh, que pode dar maior embasamento para um processo judicial. 

Resposta da Chaeyoung sobre ter seu número vazado

Logo depois do Josh ter divulgado um número que seria da Chaeyoung, solicitando que perguntassem a respeito da Nayeon e da JYP, a própria veio a público através do TWICETAGRAM para conversar sobre o que ela pensava a respeito disso tudo: o vazamento de uma informação pessoal e do próprio stalker. 

Acho que existe um limite em esperar sem dizer nada, esperando que alguém tome a frente.

Quando os onze números que talvez não tenham significado foram postados na internet por alguém que não tem respeito ou consideração, meu celular ficou entupido com todos os tipos de chamadas e mensagens de texto, e isso faz com que eu passe por problemas desnecessários. Isso não afeta somente a mim, mas também às outras integrantes e demais idols da nossa empresa.

Peço que, por gentileza, vocês ao menos pensem um pouquinho sobre quantas pessoas estão exaustas, ansiosas e passando por dificuldades por conta das suas ações imprudentes e essas tentativas de contato que vocês “empacotam” como se fossem interesse e amor.

E também não insultem nossos fãs que nos apoiam de forma saudável e adequada.

Não sou do tipo que se abala facilmente e não estou escrevendo isso porque não sei controlar minha raiva. Eu só quero que vocês reconheçam a culpa. Essas atitudes são vergonhosas.

Chaeyoung via TWICETAGRAM

Foi a primeira vez que uma integrante do TWICE se pronunciou de forma tão direta a respeito disso tudo, o que foi super bem recebido pelos fãs e apenas pressionou mais a JYP em tomar ações mais rigorosas na justiça.

Ameaças de morte

Em fevereiro de 2020, o Josh informou que retornaria para a Coreia do Sul em busca de mais estresse por parte das meninas, principalmente a Nayeon. No meio disso tudo, começaram a surgir alguns rumores de que ele estaria ameaçando a vida dela, o que foi comprovado logo depois por um áudio do próprio Josh dizendo que ele e a Nayeon “morreriam cedo ou tarde” se ela continuasse o ignorando.

Mais uma vez, a galera se mobilizou nas redes sociais (e com razão) para denunciar todas as contas dele, sem deixar de mandar e-mails para a JYP. Nesse meio tempo, a ordem de restrição que a JYP havia conseguido para a Nayeon foi retirada a pedido dela mesma, mas que a ordem valeria novamente, junto com um pedido de prisão, caso ele pisasse na Coreia do Sul novamente. 

Em conjunto disso, o próprio Josh veio a público dizer que ele tem sido ameaçado desde o post da Chaeyoung no Instagram, não só ele como sua família e amigos próximos. Também foram descobertas maiores informações pessoais dele, como o fato de ser filho de um grande empresário do ramo de jóias na Alemanha. 

Essa informação me preocupa. Em contato com uma amiga minha sobre o que poderia levar à deportação e proibição de entrada na Coreia do Sul, ela me disse que o caso do stalker da Nayeon poderia sim ser motivo para tal, mas depende do histórico da família dele (no caso, se forem ricos), o que pode muito bem culminar em compra de policiais, compra de funcionários da própria JYP, pagamento de fiança e etc. 

O vídeo em que o Josh afirma estar sofrendo ameaças de morte por parte dos fãs do TWICE foi tirado do ar. 

Não foi a única vez em que o stalker ameaçou a vida da Nayeon. Em julho, uma página do Facebook chamada “Death is the key” apareceu com um post que dizia precisar de apoio para matar a Nayeon, marcando um local de encontro em Gangdong, um bairro de Seul. Não por acaso, esse bairro abriga a sede da JYP. 

A página, que já foi deletada, teve seu IP identificado em Pequim, capital da China, mas os fãs ficaram alertas para o caso de se tratar de mais uma jogada suja do Josh, que havia ameaçado a Nayeon de morte caso soubesse que ela estivesse namorando “escondida” dele. A teoria de que essa página pertence a ele pode ser embasada de forma muito simples, pois qualquer um pode ter acesso a uma VPN (uma espécie de túnel virtual que faz uma ligação entre seu IP e outro). 

Hoje, depois de algum tempo sem notícias do stalker, a internet voltou a ficar receosa com o ressurgimento do Josh e um print que teria sido feito em uma conversa no Messenger, onde ele afirma o seguinte:

Tá brincando? Eu já fiz muito por ela. Ela já sabe que eu a amo de verdade. Se ela começar a namorar secretamente, pelas minhas costas, sem me consultar, claro que eu a mataria

Josh

Parece que esse print é mais antigo, mas o fato de ter aparecido na internet de novo é motivo de preocupação, uma vez que o Josh continua bem ativo nas suas redes e no canal do Youtube. A própria JYP já disse diversas vezes para que os fãs continuem mandando provas a respeito desse caso, então, sendo algo antigo ou não, é importante ficar de olho para que a Nayeon e as demais integrantes do TWICE permaneçam seguras.

A JYP está demorando para fazer algo?

Não digo que a JYP está demorando, mas existem alguns fatores que contribuem para o marasmo da empresa em resolver isso de uma vez. 

O primeiro deles é a própria pandemia do coronavírus. Com as fronteiras da Coreia do Sul fechadas para estrangeiros, fica mais difícil agir de maneira apropriada aos vídeos e tweets que o Josh solta ocasionalmente. A JYP já tem a garantia de levantar a ordem de restrição novamente caso ele tente alguma coisa, além de um mandado de prisão. Dessa forma, a Nayeon e o TWICE estão fisicamente seguros. 

Segundo é o risco que a gente corre caso as informações da família dele sejam verdadeiras. Pelo que foi noticiado pelo Allkpop, o nome completo do Josh é Joshua Auerbach-Frohling, filho de Eberhard Auerbach-Frohling, empresário e CEO da August Gerstner Trauringe, uma empresa especializada em jóias. Apesar de que isso seria um baita escândalo para as duas empresas, precisamos lidar com a possibilidade de molharem a mão de pessoas envolvidas no caso. 

O que podemos fazer para ajudar?

A primeira dica que todos os portais e a própria JYP dão, e que eu acho absolutamente correta, é: não entre em confronto com o stalker, seja virtual ou pessoalmente. Não alimente nenhum post, vídeo, aparição, nada que envolva o nome dele, muito menos se, por algum motivo, ele tentar te procurar. A recomendação é enviar imediatamente qualquer prova que possa prejudicar a Nayeon e o TWICE para o e-mail fan@jype.com.

Pensando na possibilidade de que as integrantes do TWICE leem tudo que postam sobre o grupo nas redes sociais, existe uma hashtag no Twitter chamada #ProtectNayeon para também postar exigindo providências da empresa e fotos e gifs alegres da Nayeon junto com outros fãs. É uma forma de limpar os searches de possíveis ataques, xingamentos e ameaças que ela pode vir a receber.

O que você pensa a respeito desse caso? Deixa aí nos comentários, vamos discutir outras maneiras que a JYP e os próprios fãs poderiam agir. 

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Nenhum pensamento

  1. Acho preocupante esse caso mano,o cara é maluco um doente e pior,imagina a cabeça dessas meninas com isso ,talvez ele seja o primeiro stalker toma essas atitudes na internet ,mas imagina os outros que podem tomar as mesmas atitudes que ele ,e ninguém saber estamos lidando com vidas ,imagina ela coitada trabalhando que nem uma jaca ,para trazer entretenimento para os fãs mas ter sua vida pessoal invadida,assim é de extrema importância tomar uma ação rápida,por que não sabemos do que ele é capaz.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s