Apesar de se declarar como uma pessoa “não legal”, Hyuna se mostra exatamente o oposto em I’m Not Cool

Demorou, mas chegou! Pra alegria geral da nação, a Hyuna está bem, saudável e com a língua afiada prontinha pra destilar seu veneno em I’m Not Cool, seu comeback depois de quase dois anos afastada do kpop por conta da sua saúde. Quer saber o que eu achei da música? Antes, confira ela por si só: 

É muito curioso e, ao mesmo tempo, importante a forma como a Hyuna revisita toda sua carreira em I’m Not Cool. Como o Fefo Caires bem disse no seu último vídeo de uma forma muito legal, a Hyuna revelou que sempre se viu como a figura de uma cobra: ela é esse personagem da cultura pop coreana que rasteja, que desafia, que intimida. E não é interessante quando alguém se enxerga tanto assim numa víbora a ponto de fazer uma música usando isso como figura de linguagem? 

Pois bem, a víbora é o símbolo desse comeback e sua imagem foi usada exaustivamente ao longo de quase três minutos, seja em roupas, em gestos, em figuras, em coreografia e em objetos, entre outros. A Hyuna entrou de cabeça no seu alter ego de cobra em I’m Not Cool, rendendo um roteiro bem atraente e carismático para o MV. Não tem como negar que ela é mestre em magnetismo, no sentido de deixar todo mundo hipnotizado, quando lança essas coisas mais diferentonas. 

Musicalmente, I’m Not Cool também usou e abusou de referências como o encantamento de serpentes utilizando flauta, muito comum na Índia e outros países do sul da Ásia, criando assim uma linha quase constante que soa mágica e sombria, sendo encorpada com sintetizadores e batidas também características. Já a letra de I’m Not Cool trata de contar rapidamente, mas de forma bem direta, o que é a Hyuna dentro do kpop. Como ela age, pensa, como ela construiu a artista Hyuna dentro do entretenimento, e isso pra mim é o ponto mais alto da música.

I’m Not Cool acaba me surpreendendo por alguns fatores que não são exatamente a música em si. Mostra como a Hyuna foi inteligente ao ponto de reformular todo seu comeback depois de um período de licença dentro do kpop, renovando e mantendo sua imagem viva no imaginário coletivo. E também mostrar que quem realmente sabe ser artista, não tem medo de não parecer legal. 

Escute também: Show Window

O novo mini da Hyuna tem três músicas inéditas + Flower Shower de 2019. A primeira é Good Girl, que parece que também vai ganhar MV, então vou tratar como se fosse um single especial e não uma bside. Então ficamos com duas músicas e eu escolhi Show Window como a minha favorita, uma midtempo delicinha e letra safadíssima que está como terceira faixa do mini justamente pra dar uma pausa no quebra-quebra. Show Window é uma dessas faixas que mostram a potência vocal da Hyuna, que eu sempre achei linda e suave. Não lembro da Hyuna lançando midtempos, mas se lançou algum dia, provavelmente Show Window vai continuar sendo a que eu mais vou me lembrar. 

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s