Revisita AYO GG | 16 de fevereiro de 2011

Revisita é uma seção do AYO GG dedicada a falar dos lançamentos de dez anos atrás pra gente se dar conta do tempo que passou, escutar uma música e falar “Já faz tudo isso???? Jesus, como eu to velho…” mesmo tendo 20 e poucos anos.

Estamos em 2021 e eu me dei conta de como seria legal colocar algo mais retrô no site, afinal, o ano de 2011 está mais longínquo do que nunca. O que você estava fazendo neste exato momento daquele ano? Eu tinha meus quinze aninhos e admitia pra mim mesma que eu amava jpop, por exemplo.

Mas em questão de lançamentos femininos na Ásia, o que será que rolou lá pra trás na data de hoje?

AKB48 – Sakura no Ki ni Narou

Em 2011, o AKB48 já tinha um nome forte no mercado japonês. Foi o ano em que o Akimoto expandiu o time ainda mais com novas audições que formariam o futuro Team 4, graças aos ótimos resultados do ano anterior (leia-se: vendas de Heavy Rotation). Com o caixa cheio, era hora de apostar em um single temático para a estação que estava por vir; era o prato cheio para um AKB48 escolar + volta às aulas no Japão. 

Assim nasceu Sakura no Ki ni Narou, e pra entender essa música, a gente precisa olhar além da esfera idol (sucesso fabricado de estrelas fabricadas). Aqui, o AKB48 conta a história de um grupo de cinco amigas, já adultas, que perdeu uma sexta pessoa (representada pela Jurina, que tinha apenas 12 anos na época, e eu acredito que a sua escolha pra esse papel seja realmente a chegada da adolescência). Aqui, todas as que restaram procuram seguir com suas vidas enquanto ainda se lembram da Jurina como o pilar daquele grupo. É aquela sensação de perder alguém e pensar: “será que essa pessoa gostaria de me ver assim?”. Por isso elas continuam vivendo.

A música é uma balada emocionante, e um dos poucos momentos em que podemos levar o AKB48 a sério. Assim como em River, de 2009 (você vai me ver exaltar essa música em todo post sim), o grupo prova que tem a capacidade de arrancar lágrimas de quem compra sua história, e que não se trata somente de um negócio adolescente. Eu, que não gosto de baladas, acabo gostando demais de Sakura no Ki ni Narou pela ideia que ela traz, de amizade além do plano terrestre.

Sakura no Ki ni Narou agarrou o primeiro lugar da Oricon na sua primeira semana de lançamento e perdurou nos charts até que outro smash fosse lançado. 2011 foi um ano de conquistas pro AKB48 e elas só atingiriam seu pico de maturidade musical mais pra frente, mas esse lançamento de primavera continua sendo dos mais sensíveis do grupo. Afinal, a amizade foi o que levantou o AKB48 nos seus primeiros anos muito difíceis, então nada mais justo que prestar uma homenagem a esse sentimento enquanto estiver caminhando para o seu auge.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s