Revisita AYO GG | 11 de fevereiro de 2011

Revisita é uma seção do AYO GG dedicada a falar dos lançamentos de dez anos atrás pra gente se dar conta do tempo que passou, escutar uma música e falar “Já faz tudo isso???? Jesus, como eu to velho…” mesmo tendo 20 e poucos anos.

Estamos em 2021 e eu me dei conta de como seria legal colocar algo mais retrô no site, afinal, o ano de 2011 está mais longínquo do que nunca. O que você estava fazendo neste exato momento daquele ano? Eu tinha meus quinze aninhos e admitia pra mim mesma que eu amava jpop, por exemplo.

Mas em questão de lançamentos femininos na Ásia, o que será que rolou lá pra trás na data de hoje?

F-ve Dolls – Lip Stains

Esse grupo aqui tem história. Só pelo fato de carregar o maior nome que a indústria coreana já viu torna tudo ainda melhor. Sabe de quem eu to falando? Dela mesma, aquela garota que passou por todos os grandes atos do kpop sem realmente brilhar em nenhum deles, mas nunca desistindo do seu grande sonho, Heo Chanmi!

E a Chanmi teve um dos seus inúmeros momentos no kpop underground sendo parte do F-ve Dolls, um sub-grupo do Coed School, que faleceu depois de um monte de polêmicas e a desculpa de que os grupos secundários haviam crescido mais que o esperado, mas diga aí se tem algum coreano médio que lembre do F-ve Dolls ou do SPEED se não pelo fato de serem os bebês de Rosemary do Coed School? Pois então.

Tá, aí o F-ve Dolls debutou com essa tal de Lip Stains, que é nada menos que uma balada de piranha com um EDM por trás e que muitos atos femininos tinham, pelo menos, uma no catálogo. A minha surpresa foi descobrir que isso aqui foi produzido pelo Brave Brothers, sendo a música menos Brave Brothers que eu já ouvi (nomes que vêm com um som embutido). Não tem aquele punch que qualquer outra música que envolva o nome do Brave Brothers tem e, pra mim, ela é totalmente esquecível. 

Lip Stains estreou sem intenção de charts, tendo seu peak na posição #80. Não vendeu nada e não teve tanto impacto quanto os lançamentos posteriores, mas é histórica pelo fato de ser basicamente o A Star is Born de baixo orçamento da Chanmi. Ela acabaria deixando o F-ve Dolls um ano depois (o que sustenta minha teoria de ela ter sido o verdadeiro pilar do grupo, que depois de receber o título de rookie mais “rentável” de 2011, foi só ladeira abaixo) e, com migalhas, o grupo sobreviveria até 2015. 

Já a Chanmi foi fazer estágio em mais umas empresas, foi enganada várias vezes com promessas de debut, sentou no trono do Produce 101 e se lascou, mudou de nome e virou cantora gospel. Acho que a única coisa boa nessa vida agitadíssima de idol emergente em que ela falhou foi ter vazado do Mixnine antes da tragédia anunciada pelo Yang Hyunsuk. 

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Nenhum pensamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s