Dupla de anãs do TWICE desbancam as duas cacuras da JYP com o remake de Switch to me

Hoje meu dia tá azedo porque eu voltei a trabalhar com o bônus de ter dormido pessimamente essa noite (vai demorar um pouco até eu recuperar meu sono e energia pós-férias), mas aí ficou tudo docinho depois de ter ouvido o remake de Switch to me pela dupla DubChaeng

DubChaeng, pra quem não sabe, é o nome dado pelos fãs do TWICE (me corrijam se eu estiver errada) para a rapline do grupo, composta pela Dahyun e pela Chaeyoung e, ironicamente ou não, são as duas menores integrantes (já comento disso mais pra frente). E aí, pelo Melody Project, que é um projeto criado pra mostrar as habilidades solo das meninas (já que a JYP não faz questão nenhuma de dar uma carreira solo de verdade pra nenhuma das nove), as duas lançaram um cover de Switch to me, lançado na virada do ano pelo Rain e o próprio Park Jinyoung.

Abaixo, você confere o MV (Edit 11/02: aparentemente o vídeo sofreu um novo upload por conta de uma controvérsia com os hanboks que nem fazia ideia de que eram parecidos com os do Blackpink em How You Like That, mas fica o recado e minha atualização no post):

Switch to me, apesar de ser um cover, não se limita a seguir o roteiro do MV original. Nele, Dahyun e Chaeyoung passeiam por várias trends que fizeram a cabeça da galerinha na primeira geração do kpop, homenageando vários dos artistas que fizeram história durante esse período, incluindo seu próprio patrão. Também contém vários takes mostrando essa interação e sinergia que existe entre as duas, misturando-se à música original, como elas tomando um shot de achocolatado enquanto discutem sobre quem é mais baixinha com a maior seriedade do mundo, Dahyun tocando teclado com o pé, e ambas sendo garotas se divertindo num geral.

A música segue exatamente a mesma linha instrumental do original, mas com a adição de duas meninas cantando algo com forte apelo visual masculino (que é provido só pelo Rain mesmo, já que o Jinyoung prefere ser mais uma piada do que exalar virilidade), Switch to me acaba se tornando uma música mais doce, fofa e inocente, afinal, são garotas que sentem seu coração quebrando pela primeira vez ao se apaixonarem por alguém que já tem uma pessoa. Esse pop noventista acabou dando um brilho especial tanto às vozes quanto ao rap mais “infantil” das duas, me faz lembrar músicas de grupos como o SES. 

Não acho que a JYP vá mudar de ideia tão fácil a respeito de soltar a mão do TWICE para que elas explorem outros campos além da “zona de conforto” do grupo (o trauma com o Miss A foi enorme, a gente entende), mas coisas como o Melody Project nos dá esperanças de ver DubChaeng como uma sub-unit fixa. Elas combinam muito, são engraçadas e podem lançar coisas incríveis como esse cover, que foi um baita de um acerto; acabou valorizando ainda mais o potencial de ambas e a própria música ficou melhor que o original. Vamos ver como isso aqui se sai lá na Coreia e, de repente, dá um gás pros fãs conseguirem algo além de um cover.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s