Kpop, News

Kep1er dá um Up! no conceito e evolui de um nuguzão de dois reais e um Trink pra um nuguzinho de dez reais e um Tang

Fiz uma mudança rápida no cronograma que posts que eu tinha montado pra não perder o hype e falar sobre o Kep1er. Sim, é verdade que eu também fiquei ansiosa pra ver como elas sairiam da catastrófica WA DA DA pra um comeback fresh de verão, isso me influenciou a trocar os dias e comentar sobre elas hoje porque eu vi minha bolha falando que tava legalzinho e eu queria ver pra crer. 

O grupo formado pelo Paulo Maluf da Coreia do Sul (rouba mas faz) também teve sua passagem pelo Queendom, bastante questionada aliás. Afinal, o que um grupo rookie da Mnet estava fazendo em um programa feito pela mesma emissora com atos mais ou menos consolidados no país? E ainda marcaram o comeback das coitadas pro mesmo dia que o LOONA, cuja fanbase internacional é imensamente forte. A pobi… 

Vamos ver como o Kep1er se saiu sem toda aquela parafernalha constrangedora do girl crush.

Eu diria que muito bem, dado ao contexto todo em que o grupo se insere, com um debut horripilante e facilmente um dos piores do ano pra mim e as performances pífias do Queendom. Parece que, pela primeira vez depois de meses, eu consigo enxergar o Kep1er como um bando de garotas que só querem se divertir sem o compromisso de parecerem sérias demais, ou provocantes demais, ou qualquer coisa assim. Tudo aqui me deixou surpreendentemente confortável, desde a música ao MV, é como se eu relembrasse (de forma menos fantasiosa) da minha própria adolescência nas férias de verão do colégio. 

Up! ainda têm alguns problemas que circundam o Kep1er desde o debut (talvez desde a formação final do grupo), que é a falta de destaque pra algumas integrantes. Eu já esperava que a Xiaoting não recebesse tanta atenção da Wake One por ser chinesa, mas é muito estranho que as coreanas Youngeun e, principalmente, a Bahiyyih, sejam ignoradas em tempo de tela e linhas. Daí me faz pensar no motivo de terem feito ela ranquear em segundo porque, apesar do timbre bonito e de ser um dos únicos rostos diferentes do grupo, ela quase não tem destaque. E se eu já queria ver evolução durante o programa, agora com o grupo formado eu praticamente exijo.

Sobre a música, Up! tem momentos bons e momentos ruins. Eu gosto do refrão house, ele é bem levinho, divertido, e os vocais não são tão ardidos quanto eu esperava. E quando ele acaba, o instrumental se direciona pra uma linha de baixo que muda o astral da faixa totalmente, mas sem pesar muito. É uma transição interessante de conceitos que não tenta ser desnecessariamente vanguardista, mas ainda mostra que o grupo tem dois lados e consegue segurar eles bem. Dá pra ter boas memórias com Up! quando a gente se segura nesses aspectos porque se elas não tão se levando a sério, não sou eu que vou levar também.

Óbvio que existem arestas a serem aparadas aqui, como alguns versos que não têm razão de existir e deixam a música muito mais longa do que precisaria ser, além do uso excessivo da figura da Dayeon (que eu critico desde o primeiro episódio de Girls Planet 999) ou da Hikaru como baddie. Porém, pra quem debutou com uma das ameaças nucleares mais perigosas da história, Up! é uma delicinha. Isso não tira o status estranho de nugu que o Kep1er tem; estranho por ter sido formado pela mesma emissora que formou o IZ*ONE, por exemplo. Só que perceberam que não tinha como meter um hyperpop no verão, e ainda bem que perceberam, porque acho que não rolariam terceiras chances por aqui. Pelo menos agora tem sabor de Tang geladinho. 

Escute também: Attention

Pra um EP de verão, isso aqui tá meio… Morto. Soa mais como algo mid-season, quando o verão tá no fim. Fora que a tracklist não me empolgou muito, faltou energia, algo que, sei lá, explodisse, gritasse “o verão chegou, porraaaaa”, mas não rolou. De qualquer forma, o Doublast não é ofensivo e pode ser um bom passatempo pra fazer outras atividades enquanto deixa ele rolando no Spotify, por exemplo. Pros que esperavam verão, acho que Attention é a faixa mais alegre dessa leva, mas ela não faz muita coisa a longo prazo. Enfim, por ser o Kep1er, podia ser pior… Né? 

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s