Kpop, News

BVNDIT ressurge das cinzas com Venom – e valeu demais a espera

Essa é a verdadeira notícia que ninguém esperava: o BVNDIT, grupo da mesma empresa da Chungha (que é outra sofrendo sem material novo), lançou um comeback depois de dois anos sumido. Quer dizer, a Seungeun ainda participou do famigerado Girls Planet 999 e saiu distribuindo álbuns do seu próprio grupo pras outras concorrentes, já que a MNH não fez e não faz o trabalho que se espera de uma empresa. 

Sinceramente, eu não conheço nada do BVNDIT, inclusive falei sobre isso em alguns recaps que eu fiz sobre o programa, mas a Seungeun me conquistou o bastante a ponto de ficar compadecida com a situação de barril que elas estavam vivendo. Aí anunciaram música nova (meio tarde eu diria, a empresa poderia ter aproveitado o hype que a Seungeun ganhou no Girls Planet 999, por menor que fosse) e eu não pude deixar de ficar ansiosa pra ver se eu conseguiria aproveitar esse retorno como ele merece. 

Vamos conferir o MV cuja qualidade máxima é de 1080p.

Já falei que eu não conheço nada do BVNDIT, né? Então, na verdade eu até sei de uma música ou outra e, não sei se por não fazer meu estilo ou por ser ruim mesmo, mas lembro de não ter gostado. E quando eu não gosto de um certo número de lançamentos, eu acabo enterrando o grupo na minha memória, ainda mais quando desaparecem por mais de dois anos. Foi o que aconteceu com elas, tanto que só descobri coisas do BVNDIT graças à propaganda sem nenhum fim lucrativo da Seungeun no Girls Planet 999. Carismática que só, ela me fez questionar como uma empresa desperdiça um talento desses. 

Em Venom, no entanto, a gente percebe que o espaço não é só da Seungeun. Se ela roubava a cena no reality sendo extremamente engraçada, aqui no MV existe uma consciência de que o BVNDIT é um quinteto e, como elas são mal gerenciadas pra caralho, o esperado era que uma gatinha fosse o rosto do grupo pra tentar alavancar a carreira das outras que vêm atrás. Isso aconteceu com o LOONA metendo a Chuu em todos os CFs e programas possíveis, aconteceu com o EXID que, prestes a disbandar, conseguiu viralizar a icônica fancam da Hani e aconteceu com outros grupos que eu posso ficar horas listando. A Seungeun seria a candidata perfeita, mas será que seria justo elevar a imagem de uma só até o ponto de exaustão em prol do sucesso?

Bom, famosas ou não, o BVNDIT é um coletivo e Venom mostra bem isso. Não sei o nome de ninguém, mas consegui gravar o rosto das cinco a ponto de me sentir confiante a conseguir diferenciar nos próximos comebacks (se tiver e Deus quer que tenha). Essa geração, como eu já falei tantas outras vezes, é estranha porque ninguém expressa emoção e todo mundo tem a cara igual, então chega a ser refrescante quando um MV de um grupo relativamente novo me entrega carisma e atitude nas doses certas. 

E aí você que tá lendo pode pensar “mas a Rafaella sempre diz que não gosta desse tipo de música, qual é que é desse título aí?”. Eu justifico: lembram quando o Everglow apareceu em pleno dezembro do ano passado com Pirate? Lembram do quanto eu gostei dessa bagaça, chegando a colocar ela na 11ª posição do meu top 100? Então, o mesmo princípio se encaixa em Venom, de ter uma base EDM muito forte e bagaceira que faz com que números de mina fodona desse tipo sejam muito mais orgânicos em conquistar o público, não só o alvo como quem fica ali à mercê, flertando com sonoridades desse tipo. Porque se eu sou um grupo que capenga em vendas, charts, promoções, administração e tudo mais, logo eu sou um nugu, e quem tem mais carta branca pra brincar com música senão as nugus? 

O que eu sinto terminando de ouvir Venom é um alívio misturado com surpresa. Números tryhard nunca cansam de me causar desgosto e me afastar cada vez mais da esfera atual do kpop, mas se a gente cavar bem, acha coisas assim. A surpresa vem disso, de gostar de fato de algo que claramente não foi feito pra mim; e o alívio é de ver o BVNDIT voltando em tão boa forma, praticamente tirando leite da pedra que é a MNH. Óbvio que o kpopper médio que adora adotar grupo falido tá aclamando no Twitter e não vai dar uma foda pra isso no dia seguinte, até porque as views do MV tão bem lerdas, mas analisando tudo de uma ótica de alguém que jamais prestaria atenção nelas se não fosse um cenário muito específico, Venom entregou tudo sem prometer absolutamente nada.

Escute também: Jiggy

Quando fui ouvir o EP, fiquei pensando sobre o nome dele: Re-Original. De fato, passar dois anos longe de promoções e material novo é a morte pra qualquer grupo dentro da indústria coreana, seja consolidado ou não. Então, nada mais justo que encarar esse comeback como uma espécie de re-debut, dar o tão temido primeiro passo depois de voltar à estaca zero por negligência da empresa. Só que o problema do EP é que ele não muda muita coisa no quesito de sonoridades. As três faixas novas além do single têm cheiro de mofo, eu já escutei elas com outros nomes, cantadas por outros grupos. Apesar de não querer entrar em contato com esse EP de novo, acabei escolhendo Jiggy pra recomendar porque um new jack swing sempre cai bem, por mais velho que o estilo possa soar hoje em dia.

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Youtube

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

2 comentários em “BVNDIT ressurge das cinzas com Venom – e valeu demais a espera”

  1. Eu fico de cara como a MNH tem simplesmente A CHUNGHA, a producer 101 que mais deu certo, e um grupo tão promissor como BVNDIT debaixo da asa deles e NAO FAZ NADAAAAA administra tão mal que chega dar dó, não entendo de verdade o porquê disso

    Curtido por 1 pessoa

  2. Fica tranquila com essa questão de nem lembrar as músicas do BVNDIT antes de Venom: a empresa fez com elas o que fizeram com a Chungha, deram umas demos de tropical house sem sal nem açúcar pra depois lançarem algo que fizesse diferença no meio de um estilo musical que envelheceu mal mesmo sendo recente. E se seguirem o mesmo caminho da nossa querida solista, é capaz da empresa fazer elas voltarem pro tropical house mediano. No mais, Venom é ótima e realmente faz MUITA diferença nas músicas sem distinção entre uma e outra que o grupo lançou antes

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s