Xepa AYO GG | Lançamentos que não deram tempo de comentar

Que semana tenebrosa de lançamentos… Além de cobrir o We Are The World da Joy num post solo, tudo que veio depois me deixou com um desgosto tão grande que eu tirei férias do pop asiático por uns dias pra tentar me recompor. Infelizmente o domingo sempre vem e, já não bastasse minha aversão enorme a esse dia, ainda preciso revisitar as caganeiras que soltaram ao longo da semana.

Assim, a Xepa de hoje só tem quatro músicas por conta dessa morosidade de começo de mês que sempre me pega em cheio, mas o problema é que duas delas eu escutei porque elas iam ganhar post solo e… Pode ser que eu esteja estressada nesses últimos dias e seja exagero meu, mas o blog também é meu e eu acho o que eu quiser, né? Enfim, nunca me senti tão ofendida.

MAMAMOO – Where Are We Now

Sinceramente, por quê? Por que acharam que seria uma boa ideia lançar essa música de enterro de grupo a essa altura do campeonato? Quer dizer, essas mulheres renovaram o contrato pra lançar essa música de corno que toca em karaokê de boteco todo domingo à tarde? E não contentes, o mini todo é feito de baladas. Nada contra, só não quero que chegue perto de mim mesmo. Porra MAMAMOO, a gente já sabe que vocês cantam bem. Quase verão e vocês me aparecem com isso? Eu to muito irritada… É a segunda bola fora seguida desse grupo, a pessoa sai de Dingga pra fazer a Nayara Azevedo na floresta. É mole? 

Ran Miran, Mirani – RAMIRANI

Eu fiquei totalmente perdida nesse trava-língua de nomes, mas me recomendaram essas tiazonas no Twitter e eu gostei muito. A senhora de branco manda muito no rap e eu senti um toque ocidental na coisa toda. E o melhor de tudo: segundo fontes, a música foi escrita pela Hyolyn, tipo, que rolê de doido foi esse? Mas é isso, a música é boa. Aprende aí, MAMAMOO.

Utada Hikaru – PINK BLOOD

Essa aqui não me deixou tão puta. Na verdade, o MV faz muito por mim porque ele é bem bonito, a cena dos cavalos correndo em volta dela e a dança contemporânea na água são tudo. É só a música que é bem qualquer coisa pra mim e não consegui discorrer num post solo. Além disso, a Utada tá cada vez mais parecida com a mulher do Eduardo Cunha, sério, que plástica foi essa que ela fez no olho? Daqui a pouco ele nem fecha mais. 

CAPSULE – Hikari no Disco

Mais surpreendente que a volta do CAPSULE, é essa música ser boa. Eu dei zero fodas pra isso aqui, mas Hikari no Disco simplesmente RESGATOU a minha semana, e a Toshiko só precisou sair da caverna pra dirigir um carro por aí. Às vezes, tudo que a gente precisa é de um city pop levinho e bobo pra preencher nossa alma mesmo. 

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Curious Cat | Instagram

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Nenhum pensamento

  1. Quebrei demais na mulher do Eduardo Cunha scrr.

    Mamamoo já fez um 2020 péssimo com aquela Aya sem pé nem cabeça e agora isso… Ainda por cima é meu gg ultimate, dá nem pra fingir que não existe

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s