Resumão AYO GG | MBK a um passo da falência, The Show botando forte nos fãs internacionais, etc

Mais uma semana chegando ao fim, minhas férias do trabalho cada vez mais próximas e um monte de fofocas requentadas estão aqui prontinhas para serem discutidas por nós, meros mortais famintos por pop asiáticos e suas peripécias. Vamos dar início com uma pauta que vai dar alegria pra esse povo.

MBK prova ser uma fudida mais uma vez ao receber um processinho recheado pela manipulação de votos no Produce 101

Faz um ano e pouco desde o dia em que a Mnet provava sua burrice quando anunciou a lineup final do falecido X1, fruto da octagésima edição de um dos Produces lá. A polêmica acabou sujando a imagem do IZ*ONE, que teve seu comeback daquele ano, que seria o single Fiesta com o álbum BLOOM*IZ, adiado.

Entre investigações, prisões e o choque do público, a MBK Entertainment caiu na malha fina ao ter seu fundador e mais um CEO de uma das subsidiárias da empresa, a PocketDol Studio, processados em 10 milhões de won (o equivalente a mais ou menos 49 mil reais). Como se não bastasse o processo contra o T-ARA ter arrancado a calça desse velho, agora ele vai ter que vender as cuecas por ter comprado 10 mil IDs para que seus funcionários votassem em três trainees da MBK que participaram do P101 em 2016. Corrupção at its finnest.

Isso pode acarretar em um atraso no comeback do DIA, ou até mesmo um disband, mas eu acho é pouco pra essa empresa de merda. Ainda bem que o T-ARA fez esse homem de gato e sapato no tribunal e todo o resto pulou fora dessa cilada enquanto era tempo.

The Show muda os critérios de votação e deixa os fãs internacionais que precisam apoiar seus nuguzinhos sem chão

Na última segunda (18), o The Show, o programa musical veiculado pela MTV coreana, anunciou que haverão algumas mudanças em relação às votações para eleger a música campeã do dia.

O cálculo agora será feito com base em 40% de vendas digitais, 10% de vendas físicas, 20% MV, 15% transmissão e 15% mensagens de texto via SMS. Com isso, a pré-votação (que eu acredito que fosse online) deixa de existir, prejudicando os fãs internacionais que querem ajudar seus grupos e, consequentemente, grupos com menos apelo dentro da Coreia do Sul, pois a única forma que os fãs podem votar é com um número válido dentro do território coreano.

Isso claramente foi uma sacanagem por parte da emissora e quase que um retrocesso diante do avanço do kpop dentro do ocidente. O pessoal fez bastante barulho pelas redes sociais (antes que a SBS privatize também), chateados com a decisão tomada, principalmente a fanbase do Dreamcatcher, que está prestes a fazer um comeback no próximo dia 26, e os fãs já pré-votaram pelo antigo sistema e fez com que o grupo ganhasse. Vale lembrar que o Dreamcatcher nunca teve uma vitória em programas musicais e essa era uma oportunidade de fazer acontecer com o The Show.

O tweet não existe mais porque a conta do autor parece que foi suspensa. Esse print é da matéria do Allkpop.

No dia seguinte ao anúncio, com o cu na mão, a SBS informou que reformularia o sistema de votação para continuar atendendo a demanda do público internacional, mas o estrago já tá feito. Pelo que eu entendi, os fãs compravam uma espécie de passe para votarem como antigamente, agora quero ver se vai ter ressarcimento porque won não é uma moeda barata e o dólar tá só o foguete do tipo Nasa.

Álbuns autografados que foram dados de presente ao CLC são anunciados na internet, o que só prova que a Cube quer que o grupo morra de vez

É bem comum que artistas se presenteiem com seus álbuns dedicados a outros artistas dentro do kpop, seja em programas de variedades, programas musicais, etc. É um ato de respeito, mesmo que você deteste a pessoa. É muito feio recusar presente.

Pior ainda é anunciar um presente à venda online. Foi o que aconteceu com o CLC no último dia 19, quando os coreanos ficaram chocados ao encontrarem álbuns que foram dados de presente às meninas em um site de vendas de itens usados, incluindo o Cherry Bullet e a cantora Rothy. Os álbuns possuem dedicatórias ao grupo.

Ao que parece, o anúncio de venda foi feito por um funcionário da Cube, claramente numa tentativa de manchar o grupo e até acelerar um disband depois da Elkie dizer que não estava recebendo dinheiro pelo seu trabalho, solicitando término de contrato e os fãs tanto exigirem tratamento digno ao CLC.

Até o momento desse post, não houve nenhum pronunciamento por parte da Cube, mas isso já era esperado. A empresa não tem mais nenhum interesse em manter o CLC no catálogo e quer que o grupo morra de vez pra ter um dinheirinho a mais na carteira pra aplicar em outros projetos, como um possível novo girlgroup que foi noticiado essa semana. Horrível, pois a culpa não é de nenhum artista da Cube, seja ele novo ou velho, e sim da empresa que sempre teve essa mania de abandonar velhos projetos para focar em novos/mais rentáveis. Lamentável.

Jessi foi parar no hospital, mas o diagnóstico não foi de ser uma grande gostosa

Essa semana, a Jessi deu um susto em geral ao informar que havia sido hospitalizada. Algumas fotos de soro e remédios foram postadas no Instagram da cantora, junto com uma legenda delicada que dizia que “essa porra” estava acontecendo há seis dias.

No meio de uma pandemia, é comum que a gente associe à COVID-19, mas a P-Nation deu uma declaração a fim de acalmar a galera, informando que a Jessi estava se tratando por conta de uma gastroenterite, uma infecção intestinal que causa diarreia, vômitos, febre e etc. Então ela foi hospitalizada para ser tratada da infecção, receber hidratação via soro e receberia alta ainda no dia em que a notícia foi postada, 19.

Talvez a Jessi tenha comido demais o cu dos coreanos e acabou doente. Forças, ícone.

Jessica anunciou sua primeira filial da Blanc & Eclare em Seul e um restaurante para alimentar os Golden Stars famintos de música

Depois de se tornar empresária do ramo da moda, atriz, cristã curiosa e escritora, Jessica Jung segue fazendo tudo menos música ao anunciar a abertura de seu restaurante, batizado de Clareau, em cima de sua primeira filial da Blanc & Eclare em Gangnam.

A marca é um hit na China e agora com a chegada em Seul, os Golden Stars coreanos podem ir pessoalmente na porta da loja exigir que a Jessica lance uma música nova. Dependendo do tempo em que ela ignorar os coitados, eles podem ir no restaurante dela no piso de cima e fazer a mesma coisa, só que agora bem alimentados.

Eu adoro essas empreitadas da Jessica porque, antes da expulsão do Girls Generation, ela era a primeira da fila pra ganhar um solo e se tornar uma das maiores solistas da sua geração, mas aconteceu o que aconteceu e esse papel ficou pra Taeyeon. Agora a Jessica segue empreendendo em coisas diferentes e fazendo música quando ela fica cansada de ser uma mulher de negócios, e eu amo isso.

Que essa filial e o restaurante venham com saúde! O próximo passo é o Masterchef.

Perfume segue provando aos haters que continua relevante no Japão em campanha para a Levi’s

Esses dias eu li um post curioso no Reddit. O autor questionava se o Perfume ainda tinha relevância no Japão pelo ano de 2020 delas ter sido marcado somente por um single. Não é como se tivéssemos no meio de uma pandemia, mas enfim.

As gatinhas dançam livremente e teve até participação especial do doguinho da A-chan, provando que os jeans da coleção vão ser sold out no Japão assim que a pré-venda for lançada no dia 25, como qualquer coisa que o Perfume lança.

Vale lembrar que Time Warp, o single que elas lançaram no ano passado, vai fazer parte de um álbum futuro que ainda não tem nome nem data, ou seja, Perfumão mais ativo do que nunca tirando dinheiro das massas.

Essas foram as notícias que eu acompanhei durante esses dias. Como sempre, o Resumão é um quadro semanal que traz um compilado de fofocas esperando pelo seu parecer. Até!

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s