Depois de comprar a coroa de flores pelo correio, a Jellyfish se prepara para o enterro do gugudan

Hoje, a empresa das gugudan, a Jellyfish Entertainment (a mesma empresa do VIXX, para fins de associação), anunciou que o disband oficial do grupo deve acontecer em plena véspera de ano novo (no caso, hoje, no fuso sul-coreano).

Segue aí a declaração da Jellyfish na íntegra (traduzida por mim do inglês):

Olá,

Aqui é a Jellyfish Entertainment.

Primeiramente, gostaríamos de agradecer a todos os fãs ao redor do mundo por mandarem seu amor e suporte ao gugudan. Estamos escrevendo [este comunicado] para informar nossa posição oficial referente às futuras atividades do gugudan.

O gugudan, que trabalhou duro e foi amado desde seu debut, estará encerrando suas atividades como grupo no dia 31 de dezembro. Depois de uma série de longas e profundas discussões entre a empresa e as idols, concordamos em terminar as atividades em grupo.

Apesar das atividades do gugudan estarem chegando ao fim, vamos fazer nosso melhor para providenciar apoio integral às membros em suas atividades individuais, como atuação e música.

Obrigado novamente pelo seu suporte ao gugudan, e gostaríamos de nos desculpar aos fãs pelas notícias repentinas.

Por fim, por favor, continuem a dar o seu amor às membros que embarcarão em suas novas jornadas.

O gugudan foi um grupo que surgiu na demanda de novas atividades para as ex-integrantes do IOI Mina e Sejeong. Muitos grupos acabaram desovando depois do fim do IOI, sendo o Weki Meki, o WJSN e o DIA alguns exemplos.

Em seu último ano de atividades, o gugudan até que mandou muito bem nos singles lançados, com as ótimas The Boots e Not That Type, e até mesmo uma subunit que também serviu delícias. Parece até a história de outro grupo aí que morreu sem piedade.

Enfim, como essa ascensão bacana do grupo foi interrompida do nada, começaram a surgir alguns boatos sobre disband, ainda mais quando nós víamos apenas a Sejeong batendo cartão em vários dramas e programas de variedade. Até carreira solo a safada ganhou.

E você pergunta: “Ué Rafa, e a Mina?”. Pois é, essa garota sumiu igual homem quando a namorada fala que tá grávida. Ninguém nunca mais viu a danada em nenhum lugar, nem um clique suspeito de namoro, nem trabalhando meio período, nada. O que é estranho, se levar em conta que ela, junto com a Sejeong, construiu uma fama individual pós IOI e também participou de vários dramas e um filme.

Até que, no meio desse ano, um anônimo postou isso nos fóruns coreanos (tradução livre):

“A integrante do grupo G, que costumava estar em todos os canais, está fora dos olhos do público faz muito tempo. Até alguns anos atrás, G era uma idol muito popular e tinha intermináveis horários. Mas G não aparece na TV faz algum tempo e deixou muitas pessoas curiosas. A razão pela qual as promoções de TV de G foram interrompidas é por causa de uma grande briga entre o pai de G e o CEO de sua agência. O CEO de G é um fóssil da indústria da música com uma longa história de experiência. O pai de G também é um “psicopata” implacável. Ambos tiveram uma grande briga por causa das promoções de G e, como resultado, G teve que interromper todas as suas promoções. A menos que seu pai e seu CEO se acertem, nunca mais veremos o rosto de G.”

Quando eu li isso, de cara associei ao gugudan e à própria Mina, e se você acompanhar o raciocínio comigo, apesar dos erros e confusões de tradução, vai ver que faz sentido (coloquei o nome da Mina e do gugudan no lugar pra facilitar na associação).

A integrante Mina do grupo gugudan, que costumava estar em todos os canais, está fora do público faz muito tempo. Até alguns anos atrás, Mina era uma idol muito popular e tinha intermináveis horários, mas ela não aparece na TV faz algum tempo e deixou muitas pessoas curiosas.

Se a gente for ver, o gugudan sumiu em 2018 e, a partir daí, a Mina se distanciou das suas atividades musicais, focando apenas em atuação. Ela teve um papel coadjuvante no drama Hotel del Luna e voltou agora em Summer Guys.

Óbvio que ela não sumiu do mapa como eu brinquei no começo, mas as aparições dela diminuíram bastante após a pausa do gugudan. Estranho ela ter voltado assim com um papel de protagonista em dezembro e, no mesmo mês, a Jellyfish anunciar o disband do grupo.

A razão pela qual as promoções de TV de Mina foram interrompidas é por causa de uma grande briga entre o pai de Mina e o CEO de sua agência. O CEO da Jellyfish é um fóssil da indústria da música com uma longa história de experiência.

Pra quem não sabe, a Jellyfish é presidida pelo Hwang Sejun, um cantor, compositor e produtor que participou de várias músicas de sucesso desde a primeira geração do kpop. Se isso não é ser um fóssil, então…

Ambos tiveram uma grande briga por causa das promoções de Mina e, como resultado, o gugudan teve que interromper todas as suas promoções. A menos que seu pai e seu CEO se acertem, nunca mais veremos o rosto do gugudan novamente.

E aí chegamos no hiato repentino de dois anos de um grupo que estava crescendo, tanto em popularidade, quanto em qualidade. Será que o pai da Mina brigou tão feio com o CEO da Jellyfish a ponto de interromper as atividades do grupo e, subsequentemente, resultar em um disband? A gente nunca vai saber, isso tudo é uma especulação minha.

O que resta fazer é lamentar a morte de um grupo tão promissor quanto o gugudan e rebolar tristíssima ao som de Not That Type.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s