Jeonyoul conta com a nossa ajuda pra financiar seu próximo lançamento

A grande maioria que acompanha kpop até hoje só tem acesso a grupos mais famosos, principalmente se estivermos falando da infame big 3, termo sócio-cultural que abrange as três maiores empresas do entretenimento coreano: SM, YG e JYP. É só dar uma passeadinha no Twitter que a gente consegue encontrar vários exemplos de pessoas que consomem um ou mais grupos do nicho. Vai ter uma alma ou outra militando em prol dos grupos pequenos, mas é tudo tão artificial que até rende outra pauta falando somente disso.

Enfim, você que está lendo o post agora pode ser uma gatinha nova no cenário e não conhecer de quem eu vou falar, então fica aí. O Stellar foi um grupo que atuou de 2011 a 2018 pela The Entertainment Pascal e chamou muita atenção no ano de debut por serem produzidas pelo Eric Mun, do Shinhwa. Acontece que a estreia foi um fiasco, que só piorou com o passar dos anos. A situação só viria a sofrer uma reviravolta em 2014, com o lançamento de Marionette.

Com um conceito que ultrapassava as barreiras do sexy, o Stellar finalmente viu seu nome cair na boca do povo, mesmo que de forma controversa. A divulgação do single envolveu um jogo de strip tease, com cada integrante aparecendo com cada vez menos peças de roupa (algo similar foi feito com o grupo masculino OnlyOneOf esse ano, mas enfim, outro caso) e classificação do MV para 19+. Mesmo assim, a exposição provocante de Marionette é, até hoje, o maior sucesso comercial do Stellar.

Depois disso, outros singles com temáticas semelhantes foram lançados. Sting é uma crítica às críticas; Vibrato exalta a feminilidade; Crying mostra a força da vingança à la Spring Breakers. Todos esses singles contaram com arrecadação coletiva de fundos para pagar as contas da produção. Durante sua trajetória de sete anos, as próprias integrantes acabavam bancando os custos de lançar música, sempre muito bem sucedidos (elas foram o primeiro grupo a quebrar os 1000% de fundos arrecadados na Makestar). Em 2018, elas tiveram seu fim decretado, o que depois seria visto como sinal de alívio visto às revelações de abuso por parte da empresa delas.

O desafio agora era enfrentar o mundo real. As integrantes ainda eram garotas com sonhos, porém traumatizadas por uma hierarquia que as tratou feito objetos. Demorou até que os primeiros passos fossem dados, mas a Gayoung conseguiu libertar sua persona artística no programa Miss Back em 2020, mesmo ano em que a protagonista do nosso post de hoje lançou seu solo, a música MAMACITA. 

A Jeonyoul quer muito fazer seu comeback, mas pra isso acontecer, ela precisa atingir sua meta na plataforma Makestar. Funciona assim: existe uma meta de mais de oito mil dólares, o suficiente pra que ela consiga lançar seu álbum e despachar as cópias pra todos os usuários que ajudaram na conquista. Porém, o tipo de arrecadação escolhida se chama “tudo ou nada”, ou seja, caso a Jeonyoul não consiga atingir o valor estabelecido até o prazo final, todo o dinheiro arrecadado é devolvido aos apoiadores e o álbum não acontece. 

Abaixo, uma mensagem da própria Jeonyoul explicando o projeto:

Olá, aqui é a Jeonyoul.

Você gostou de MAMACITA, lançada no ano passado?

Graças ao apoio de todos vocês, consegui lançar meu primeiro solo, então gostaria de agradecer. Obrigada, muito obrigada!

Enquanto me preparava pra lançar MAMACITA, tive uma ótima oportunidade de crescer por ficar responsável em decidir e criar o conceito do lançamento, como os vocais, a coreografia, a capa do single o design. Acho que teria mais significado se não fizesse isso sozinha, mas eu estava com os meus fãs.  Eu não teria tido a coragem de começar se não fossem vocês me aguardando e torcendo por mim. Novamente, obrigada!

Dessa vez, não quero lançar um single, e sim um EP. Terão cerca de 5-6 músicas no álbum. O conceito todo é baseado na música latina, como no ano passado, e a música título tem um ritmo tropical, que é bem popular e tem um sentimento saudável e refrescante. 

Enquanto trabalhava em MAMACITA, eu pensei “se eu participasse das músicas, seria possível apresentar novos estilos pra vocês, certo?”. Eu aprendi a compor e escrever músicas e estou as preparando para o álbum. Mal posso esperar pra deixar vocês ouvirem!

Vamos fazer esse álbum juntos.

Participem bastante da arrecadação!

Existem vários pacotes de participação, e todos eles dão brindes (preços convertidos para real conforme a cotação da data do post).

1) R$ 44,95

– Certificado digital StarMaker

– Morning Call (gravação de bom dia, 3 arquivos)

2) R$ 134,84

– Prêmios do item 1

– Álbum autografado

– Photocard exclusivo (1 aleatório de 3)

3) R$ 224,78 

– Prêmios dos itens 1-2 (só o photocard, que em vez de um aleatório, são os três)

– Carta manuscrita de agradecimento

– Polaroid autografada

4) R$ 449.51 

– Prêmios dos itens 1-3

– Mensagem em vídeo com o nome do doador

– Certificação do doador no Instagram oficial da Jeonyoul

5) R$ 899,02

– Prêmios dos itens 1-4

– Videochamada particular (cinco minutos)

6-A) R$ 1573,31

– Prêmios dos itens 1-5

– Escutar o álbum ao vivo com a Jeonyoul

* Photoshoot exclusivo com a Jeonyoul

* Participação pelo Zoom para aqueles que não poderão ir no evento pessoalmente

6-B) R$ 1573,31

– Prêmios dos itens 1-5

– Dia de aula com a Jeonyoul

* Photoshoot exclusivo com a Jeonyoul

* Participação pelo Zoom para aqueles que não poderão ir no evento pessoalmente

7) R$ 4495,16 (10 disponíveis)

– Prêmios dos itens 1-6 (A e B)

– Jantar particular com a Jeonyoul

* Participação pelo Zoom para aqueles que não poderão ir no evento pessoalmente

Assim, a Makestar é uma plataforma coreana de crowdfunding e esses preços parecem bem mais acessíveis pra eles (ou pros EUA) do que pra gente (ainda mais com toda essa situação de pandemia e crise econômica e, enfim). Eu mesma queria ajudar comprando o set 2 ou 3, mas não sei se vou conseguir. O importante é que a gente entenda como é legal ver a Jeonyoul lutando pra se reerguer depois de anos de abuso por parte da The Pascal. Exige muito esforço físico e mental pra recomeçar, e a gente pode ajudar compartilhando o link da vaquinha por aí. Essa é a razão desse post existir. 

Até o momento, a campanha da Jeonyoul alcançou os 47% da meta com apenas quase dois dias. Eu acredito que ela vá conseguir e que a gente possa ver essa garota brilhando cada vez mais. A data limite é dia 18 de agosto e você tem até lá pra ajudar a lenda da forma que conseguir, inclusive dando seu stream aqui:

Pra mais detalhes, clique aqui (em inglês).

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Curious Cat | Instagram

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s