Rocket Punch traz vida ao conceito retrô em 2021 com Ring Ring

Estamos começando a semana mais agitada do kpop até então, o que pode ser estranho ver o cenário agitado só agora na metade de maio, mas a pandemia deu uma desacelerada na agenda de lançamentos com a qual ninguém tá acostumado. Mas começou, e quem dá o pontapé inicial nessa semana frenética aqui no blog é o Rocket Punch

Eu gosto de uma única música do Rocket Punch e não é um single, então eu dei zero fodas pra isso aqui até assistir ao trailer. Caras… Essas meninas tavam prometendo a música do ano aqui. E já que eu fiquei hypada o bastante, nada melhor do que dedicar um post solo ao esforço delas, né? 

O MV já está entre nós, vamos dar uma olhada.

Ano passado foi a grande explosão do retrô no kpop e é normal que essas trends resistam por um tempinho antes de outra coisa entrar na moda. Confesso que ver todo mundo lançando um retrozão foi muito empolgante porque alguns grupos serviram as suas melhores músicas nessa leva, então eu não tava preparada pra ver tudo isso ir embora. Que bom que o Rocket Punch ouviu as súplicas dessa blogueira e entregou o perfeito suco de Take on Me em Ring Ring

A música já parecia ser muito promissora pelos teasers, talvez seja a primeira vez em anos que eu assisto teasers sem parar só pra ter um gostinho de novo. O responsável pela edição deles fez um trabalho excelente condensando todos os conceitos que o MV trouxe com a melhor parte do single, isso fez com que meu interesse pelo lançamento crescesse a cada view. Afinal, é pra isso que um teaser serve: despertar a curiosidade em cima de alguma mídia, e não enganar o espectador

E Ring Ring correspondeu às expectativas? Olha, no conjunto todo, sim. Que eu me lembre, elas ainda não tinham se aventurado nesse conceito, então foi importante ter essa oportunidade de beber da fonte dos anos 80. Pra isso, a produção aumentou seus custos e fez a questão de deixar o MV muito mais profissional do que os outros da carreira do Rocket Punch, apostando em uma paleta colorida, mas sem deixar de informar a quem assiste que o grupo amadureceu depois da sua trilogia de debut. O modo história é responsável por isso, apesar de eu não ter entendido muito bem. 

Sobre a música, eu sinto que Ring Ring poderia ter sido mais do que foi. Essa observação não tira os créditos da faixa ser boa, mas algumas partes soam um pouco descoladas do restante. Por exemplo, achei o drop e o rap bem desnecessários, mas eles acabam compensando um pouco o fato de todas as integrantes terem um timbre absurdamente agudo, então se Ring Ring fosse completamente vocal, talvez não me agradasse tanto. É um grupo novo se arriscando em novas facetas, e só de terem servido uma das músicas mais carismáticas até o momento já tá ótimo. 

Escute também: Ride

Diferentemente do debut, o Rocket Punch voltou com um single álbum, mas não subestime o potencial disso aqui. O produto final é super bem feito e, apesar de ter apenas três músicas, a tracklist foi montada de forma inteligente, trazendo os melhores lados que um conceito retrô pode oferecer. Ring Ring é a versão barulhenta, I Want U Bad é a balada e Ride é a junção das duas primeiras faixas, criando uma sonoridade mais soft, mas que ainda tenha uma parede de sintetizadores que dão a estrutura necessária pra que ela seja caracterizada como retrô. Acho que isso aqui pode ser colocado como midtempo sensual, até porque tem essa aura mais misteriosa de safadeza sofisticada que o Madrugada Sexy oferecia só que de um jeito mais jovial. Não tem a força necessária pra ser um single do Rocket Punch, mas é uma b-side melhor do que muita faixa principal por aí…

Acompanhe o AYO GG nas redes sociais:

Facebook | Twitter | Curious Cat | Instagram

Se você gosta muito do AYO GG e quiser transferir uns trocados pelo Pix, utilize a chave rafaellasolla@hotmail.com.

Autor: Rafa

26 anos, de São Paulo e ativa nessa vida de pop asiático há mais tempo do que eu gostaria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s